Miguel Falabella está internado com infecção na perna causada por grave bactéria

miguel falabella altas horas 1019 1400x800
Globo/Divulgação

O ator Miguel Falabella está internado em um hospital de São Paulo após contrair uma grave bactéria na perna. A informação foi dada pela assessoria de imprensa da peça “A Mentira”, produção da qual o artista faz parte e que precisou ser interrompida momentaneamente devido ao seu quadro de saúde.

Miguel Falabella internado por bactéria grave

De acordo com a assessoria de imprensa de “A Mentira”, a bactéria que atacou o organismo de Falabella é a Staphylococcus aureus resistente à meticilina (CA-MRSA) - o mesmo micro-organismo responsável pela morte do neto do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva.

Instagram

“[A bactéria] foi tratada com urgência, mas ocasionou temporariamente seu afastamento do espetáculo, por determinação médica de permanecer em repouso absoluto até o início da semana que vem”, informou a equipe do espetáculo.

No Instagram, Falabella comentou o episódio lamentando o quadro, mas tranquilizando o público sobre o seu estado de saúde.

“Infelizmente passei meu aniversário no hospital por causa de uma bactéria que resolveu entrar no meu sistema e transformou minha perna num membro alienígena. Graças a uma equipe médica muito especial ela foi atacada no momento exato e eu já estou me recuperando”, disse o ator que celebrou 63 anos no último 10 de outubro.

Staphylococcus aureus: o que é a bactéria

staphylococcus aureus bacteria 0618 1400x800
Tatiana Shepeleva/shutterstock

A Staphylococcus aureus é uma bactéria que pode infectar o corpo por meio da pele a partir do contato com pessoas ou objetos contaminados ou pela inalação do micro-organismo. Pode-se adquirir a S. aureus tanto na comunidade - caso de Fallabela - quanto em ambientes hospitalares.

De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a S. aureus está relacionada a quadros cutâneos de celulite, impetigo e furúnculos.

Quando infectados pela S. aureus, o corpo desperta sinais como bolhas no corpo, abscessos, vermelhidão e inchaço.

Complicações com a S. aureus

sepse 1400x800 0517
Zerbor/Shutterstock

Quadros de infecção pela S. aureus estão suscetíveis a complicações e podem se tornar bem graves.

Ainda de acordo com a Anvisa, a bactéria pode se disseminar pelo corpo do paciente e provocar outros focos de infecção além do ponto original. Ou seja: há o risco de sepse.

O primeiro sinal de que uma infecção generalizada está ocorrendo é a elevação da temperatura corporal do paciente.

De acordo com a infectologista Bianca Miranda, a sepse também gera piora do fluxo sanguíneo, náusea, confusão mental e aumento da frequência cardíaca. De rápida evolução, o quadro pode levar à morte.

Resistência a meticilina e tratamento

antibiotico bacteria 1400x800 0617 1
Jarun Ontakrai/Shutterstock

Outro fator que chama atenção na S. aureus é sua resistência a antibióticos, como a penicilina e a meticilina.

Desse modo, em casos de infecção por bactéria resistente, é necessário que o paciente faça uso de antibióticos eficazes contra esse tipo de cepa.

"Em casos mais extremos, existe a possibilidade de cirurgias para realizar a remoção do foco infeccioso", informa Bianca .

Para os demais casos, o uso de de antibióticos (via oral e de uso tópico) é recomendado - sempre com supervisão médica, uma vez que o uso indiscriminado facilita a seleção de micro-organismos, que podem ficar cada vez mais fortes.

Infecções perigosas