Homens que comem muito fast-food podem ter problema de fertilidade, diz estudo

hamburguer fast food 1019 1400x800
Prostock-studio/Shutterstock

Além de aumentar os riscos de obesidade, diabetes, colesterol, entre outros problemas graves de saúde, uma dieta rica em alimentos ultraprocessados, como o caso de fast-food, pode afetar a fertilidade masculina, apontou um estudo conduzido pela Universidade de Harvard, nos Estados Unidos.

Comer muito fast-food afeta a fertilidade

nuguets fastfood frango 0418 1400x800
Africa Studio/Shutterstock

A pesquisa foi feita a partir de exames médicos e entrevistas com homens jovens adeptos a diferentes dietas. Os melhores resultados foram encontrados naqueles que seguem a rotina alimentar chamada “Prudente”, ou seja, baseada em frango, peixe, legumes e frutas, e a “Vegetariana”, baseada em vegetais, leite de soja e ovos.

Entre os homens que seguem a dieta “Ocidental”, com grande consumo de carne vermelha, processados e açúcares, os testes indicaram células produtoras de espermatozoides quase esgotadas.

fecundacao ovulo espermatozoide 0319 1400x800
ktsdesign/Shutterstock

De acordo com Daniel Diógenes, diretor da clínica Fertibaby, especializada em medicina reprodutiva, o estudo traz um resultado preocupante porque, infelizmente, as células produtoras de espermatozoides mortas não podem ser recuperadas.

Uma dieta rica em alimentos como pizza, hambúrguer, batata frita e refrigerantes tende a prejudicar a função testicular de adolescentes do sexo masculino, diminuindo a quantidade e qualidade de espermatozoides presentes na ejaculação.

pizza queijo pepperoni 0719 1400x800
Africa Studio/Shutterstock

Isso acontece porque as células reprodutivas masculinas acabam morrendo pelo excesso de estresse oxidativo oriundos dessa comida processada. Por outro lado, aderir a uma dieta baseada em alimentos saudáveis aumenta significativamente a contagem quantitativa e qualitativa de espermatozoides, explica o especialista.

Fertilidade masculina