Cigarro pode atrapalhar a digestão e causar úlceras: entenda ação do fumo no estômago

cigarro fumo tabagismo 0919 1400x800
DANAI KHAMPIRANON/shutterstock

Além dos problemas respiratórios e pulmonares, o cigarro é prejudicial para todo o corpo, podendo causar desde piora na aparência da pele até disfunção sexual e infertilidade. Nem todo mundo sabe, mas o estômago é outro órgão que também sofre grande impacto do tabagismo.

Impacto do fumo no sistema gastrointestinal

O desgaste que o cigarro causa vai desde a boca até o intestino delgado. Na boca, os problemas gerados são halitose, doença periodontal e, consequentemente, a perda dos dentes.

cigarro tabagismo morte 0719 1400x800
Sira Anamwong/shutterstock

O hábito de fumar, por causar aumento da acidez, pode retardar a cicatrização de úlceras do estômago e duodeno. Além disso, está relacionado aos cânceres esofágico, gástrico e colorretal, e aumenta o risco para pancreatite crônica.

Cigarro afeta a saúde do estômago

No esôfago e estômago, o tabagismo agride a mucosa, deixando o trato gástrico propenso à gastrite e úlcera. As principais doenças relacionadas ao hábito de fumar são: câncer do tubo digestivo, refluxo gastroesofágico, úlcera gastroduodenal e inflamação no pâncreas.

ulcera no estomago 1118 1400x800
Kateryna Kon/shutterstock

Fumar, especificamente após as refeições, aumenta o risco de infecção pela bactéria H. pylori, que pode provocar o aparecimento de úlceras peptídicas na cavidade estomacal, além de diversos outros efeitos que dificultam o processo digestivo.

Úlceras

O cigarro aumenta a produção de ácido clorídrico, o que facilita infecções e úlceras gástricas - feridas muito doloridas que acometem o estômago, esôfago ou intestino delgado.

estomago aparelho digestivo 0819 1400x800
crystal light/Shutterstock

Digestão mais lenta e refluxo

O cigarro faz mal para o estômago pois atrapalha a digestão, o que ocorre devido a redução da contração do órgão, e ainda enfraquece a válvula que impede a volta do suco gástrico para o esôfago, causando o refluxo gastroesofágico, distúrbio que também vem acompanhado de azia e má digestão.

Parar de fumar imediatamente reduz substancialmente os problemas causados pelo cigarro no estômago e evita complicações futuras. Quanto maior é o tempo de exposição ao cigarro, mais difícil é a recuperação dos danos causados.

apagar cigarro cinzeiro 0419 1400x800
Photographee.eu/Shutterstock

Na maioria dos casos, quando um paciente apresenta algum problema no aparelho digestivo e fumou por um longo tempo costuma ter uma recuperação muito tardia em relação àquele que não fuma.

De acordo com os dados mais recentes da Organização Mundial da Saúde (OMS), o cigarro é responsável direto pela morte de uma em cada dez pessoas em todo o planeta.

Pare de fumar