Como são as verrugas do HPV: elas podem surgir em várias partes da região íntima

virilha vagina dor 0519 1400x800
SOPRADIT/shutterstock

Verrugas são proliferações benignas da pele e resultado de uma infecção que ocorre nas camadas mais superficiais da derme ou mucosa, ativando o crescimento anormal das células da epiderme. Todos os tipos de verruga são causados pelo HPV (papilomavírus humano).

Verruga genital

De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, as verrugas genitais (ou anogenitais) podem acometer a mucosa genital de homens e mulheres, assim como uretra, vagina, colo do útero, região perianal ou mucosa oral.

utero com hpv 0317 1400x800
Life science of anatomy/Kateryna Kon/Shutterstock

Verrugas do HPV

As verrugas genitais, em cerca de 95% dos casos, são causadas por HPV do grupo de baixo risco. Segundo informações do Hospital Israelita Albert Einstein, os homens contribuem pa​​ra a infecção nas mulheres e estima-se que mais de 70% dos parceiros das pacientes com infecção cervical por HPV são portadores do DNA deste vírus.

Existem alguns fatores envolvidos no risco de infecção do HPV que, consequentemente, pode resultar em verrugas genitais: comportamento sexual de risco, início precoce da vida sexual, número de parceiros sexuais, higiene genital inadequada, alterações da imunidade celular, ausência da circuncisão masculina, tabagismo e presença de outras infecções sexualmente transmissíveis (ISTs).

virus hpv 0217 1400x800
Kateryna Kon/Shutterstock

A infecção decorre principalmente do contato sexual sem proteção, que permite, por meio de microabrasões, a penetração do vírus na camada profunda do tecido epitelial.

Como são as verrugas genitais do HPV

As verrugas genitais podem ser volumosas ou planas, pequenas ou grandes e pode haver uma ou várias. É possível ainda que algumas sejam agrupadas e tomem a forma de uma couve-flor.

De acordo com dados do Hospital Infantil Sabará, nas mulheres, as verrugas genitais podem ser encontradas nas seguintes áreas: vulva ou vagina, dentro da vagina ou do ânus ou em torno deles e no colo do útero.

penis dor homem 1018 1400x800
ruigsantos/shutterstock

Nos homens, as verrugas são menos comuns e, quando presentes, são encontradas nas seguintes áreas: na ponta ou ao longo do pênis, escroto e ao redor do ânus.

As verrugas genitais geralmente não causam sintomas, mas, em alguns casos, o paciente pode apresentar hemorragia, comichão, irritação, queimação, além de infecção bacteriana secundária com vermelhidão, sensibilidade ou pus.

Tratamento

O tratamento depende do tamanho e localização das verrugas. Entre as principais formas de tratar as verrugas genitais estão:

Tratamentos tópicos

O médico pode recomendar a aplicação de um dos seguintes medicamentos nas áreas afetadas: creme Imiquimod, resina Podofílica, solução Podofilox, creme de fluorouracil 5 e ácido tricloroacético. A combinação desses tratamentos com criocirurgia ou tratamento com laser pode aumentar seu efeito.

virus hpv vacina 1218 1400x800
Evan Lorne/shutterstock

Criocirurgia, eletrocautério ou tratamento com laser

Os métodos que destroem as verrugas instantaneamente são: criocirurgia (congelamento), eletrocautério (queimado) e tratamento com laser. Esses métodos são usados ​​para tratar pequenas e grandes verrugas que não foram curadas com outros tratamentos.

Uma grande verruga também pode ser removida cirurgicamente e, no caso de verrugas que reaparecem, um medicamento antiviral pode ser injetado nela.

Verruga genital tem cura?

O HPV não tem cura, mas o tratamento alivia os sintomas, ou seja, pode eliminar as verrugas genitais. O vírus permanece no corpo e é possível que verrugas ou outros problemas ocorram novamente. A única maneira de precaver a propagação do HPV é evitar o contato físico desprotegido com uma pessoa infectada.

Os preservativos podem ajudar a reduzir a disseminação da infecção pelo HPV e das verrugas genitais, mas não são um método 100% seguro porque não cobrem toda a área genital.

O que você precisa saber sobre o HPV