Prevenção do AVC pode ser feita em 6 passos: médico explica cada um deles

avc cerebro corpo 0819 1400x800
Alex Mit/shutterstock

Considerado uma das maiores causas de morte no Brasil, o AVC (Acidente Vascular Cerebral) é caracterizado pela obstrução total ou rompimento dos vasos sanguíneos do sistema nervoso

Os fatores de risco que podem ser facilitadores para um AVC são: doença vascular periférica, doenças cardíacas, tabagismo, hipertensão arterial, diabetes, sedentarismo, colesterol alto, uso de anticoncepcionais, álcool e drogas ilícitas. Existem medidas cruciais que podem prevenir o AVC, segundo Feres Chaddad, neurocirurgião do Hospital Santa Catarina.

6 passo para prevenir AVC

hipertensao pressao arterial 0219 1400x800
ldutko/shutterstock

1. Manter a pressão arterial sob controle é fundamental para evitar um AVC e passa por uma vida de bons hábitos alimentares e prática de exercícios regularmente. No entanto, algumas recomendações específicas podem fazer a diferença - por exemplo, consumir menos de 6g de sal por dia (ou 2g de sódio), o equivalente a uma colher de chá rasa. Também é indicado a ingestão de alimentos com potássio e magnésio, que estão associados ao controle da pressão.

2. Manter peso corporal adequado, já que a incidência do AVC se dá muito por conta da sobrecarga e consequente rompimento ou entupimento de artéria no sistema nervoso central. O indivíduo obeso eleva consideravelmente as chances desse acontecimento.

estresse cansaco tristeza 0819 1400x800
tomertu/Shutterstock

3. Evitar o estresse não é uma tarefa fácil, mas importante para evitar o AVC. Tentar diminuir o contato com pessoas, situações ou atividades estressantes, além de praticar exercícios físicos e mentais, são medidas que ajudam a reduzir consideravelmente o mal.

4. Não abusar do álcool e banir definitivamente o cigarro da vida. Ambos estão diretamente ligados à ocorrência do AVC, tanto o hemorrágico quanto o isquêmico.

manha exercicio treino 0818 1400x800
GP Studio/Shutterstock

5. Controlar o diabetes com dieta adequada e prática de atividades físicas. O paciente diabético apresenta alterações vasculares em todo o corpo. Por este motivo, existe o risco maior de sofrer um AVC do que os pacientes não diabéticos.

6. A prática de exercícios físicos é um dos fatores mais fortes de prevenção ao AVC. A atividade mantém o metabolismo ativo, promove o equilíbrio da pressão arterial e controla o peso corporal, além de reduzir a ansiedade e chance de depressão.

AVC: causas e sintomas