Quem tem colesterol alto pode comer banana, mas deve evitar 13 alimentos

colesterol gordura arterias 1218 1400x800
Victor Josan/shutterstock

O colesterol é produzido quase que totalmente pelo fígado e necessário para formação das células, a produção de hormônios, de vitamina D e de ácidos que ajudam a digerir as gorduras. A substância, portanto, é fundamental para vários processos orgânicos. Seu excesso, no entanto, pode se acumular nas paredes das artérias, aumentando o risco de problemas cardiovasculares.

Quando diagnosticado algum desequilíbrio, as primeiras dúvidas que surgem são a respeito da alimentação.

Colesterol bom e ruim: entenda as diferenças

colesterol alto arterias 1218 1400x800
hywards/shutterstock

De acordo com a Sociedade Brasileira de Cardiologia, o colesterol é composto de frações: o LDL-colesterol, conhecido como “colesterol ruim”, é o que causa os variados problemas de saúde. Já o HDL-colesterol, ou “colesterol bom”, em quantidades adequadas, representa fator de proteção das artérias, dificultando a entrada do LDL.

Colesterol alto e dieta: entenda a relação

O aumento do colesterol ruim pode ser decorrência de diversos fatores, como tendências genéticas ou hereditárias, obesidade, idade, gênero, diabetes, sedentarismo e, principalmente, dieta, já que 30% do colesterol do nosso organismo vem da nossa alimentação.

colesterol nas arterias 0417 1400x800
Lightspring/Shutterstock

Pessoas que têm colesterol alto devem sempre contar com orientação de um médico na hora de estabelecer uma dieta, já que a relação entre a alimentação e o aumento do colesterol ruim, apesar de significativa, é cercada de mitos.

Uma das mais conhecidas (e equivocadas) informações sobre alimentos e colesterol alto é a de que o ovo deve ser banido do cardápio. A realidade é que a ingestão de um ovo ao dia pode ser aceitável, se outros alimentos ricos em colesterol forem limitados na dieta, explica Eugênio Gomes de Moraes, cardiologista no Hospital Sírio-Libanês.

Isso também vale para outros alimentos ricos em colesterol bom, como as castanhas, nozes e amêndoas, que devem ser consumidas entre duas a três unidades por dia devido a seu alto teor calórico.

cacho banana fruta 0818 1400x800
Africa Studio/Shutterstock

Outro questionamento comum é: quem tem colesterol alto pode comer banana? Segundo informações do Hospital 9 de Julho, de São Paulo, com exceção ao coco e abacate, frutas e vegetais contém uma baixa quantidade de colesterol e gordura e são, portanto, permitidos na dieta.

Quando consumida em moderação, a banana pode até beneficiar quem sofre de colesterol alto, já que a fruta é rica em fibra alimentar, além de ser conhecida fonte de potássio, mineral que ajuda a diminuir a pressão arterial e, consequentemente, o colesterol.

Alimentos proibidos para quem tem colesterol alto

bolor comida salame 1217 1400x800
tashka2000/iStock

Pessoas que apresentam taxas elevadas de colesterol devem evitar o consumo de alimentos como:

  1. Embutidos (bacon, salame, linguiça, presunto, entre outros)
  2. Margarina
  3. Creme de leite
  4. Leite integral
  5. Queijos gordos (amarelos)
  6. Carne de porco e outras carnes gordas
  7. Miúdos (miolo, rim, coração, fígado)
  8. Frituras
  9. Maionese
  10. Amendoim
  11. Excesso de massas (pães, tortas, bolos, biscoitos, entre outros)
  12. Doces em geral
  13. Molhos industrializados

Como saber a taxa ideal de colesterol ruim

veia corrente sanguinea colesterol sangue 0118 1400x800
Ralwel / Shutterstock

Os valores considerados de referência para as taxas de colesterol, segundo a Segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia, são:

  • Colesterol ruim (LDL): pessoas com risco cardíaco elevado devem ter taxa abaixo de 50 mg/dl.
  • Colesterol bom (HDL): a taxa considerada desejável deve estar acima de 40 mg/dl.
  • Colesterol total: o novo parâmetro indica que a taxa desejável deve estar abaixo de 190 mg/dl.

Alimentos que controlam o colesterol