Tireoide desregulada pode afetar o corpo feminino da 1ª menstruação à menopausa

tireoide hipotireoidismo glandula 0519 1400x800
Sebastian Kaulitzki/Shutterstock

Responsável pela produção de hormônios que influenciam em diversas funções do corpo, a tireoide é uma glândula localizada na região do pescoço que atua na velocidade do metabolismo e no funcionamento do cérebro, do coração e de outros órgãos vitais.

Um distúrbio na tireoide, portanto, pode provocar uma verdadeira bagunça no organismo e, no caso das mulheres, resultar em variadas condições de saúde. Entenda como um problema na glândula afeta o corpo feminino, segundo informações da Universidade Johns Hopkins Medicine:

Como um distúrbio da tireoide afeta a mulher

gregory_lee/iStock

Puberdade e menstruação: distúrbios da tireoide podem fazer com que a puberdade e a menstruação ocorrem mais cedo ou mais tarde do que o normal. Além disso, níveis anormalmente altos ou baixos do hormônio tireoidiano podem causar períodos menstruais muito leves ou muito intensos, irregulares ou ausentes (amenorreia).

ovulo esperma fertilidade 0519 1400x800
Sebastian Kaulitzki/Shutterstock

Fertilidade: uma tireoide hiperativa ou hipoativa também pode afetar a ovulação, que é a liberação de um ovo para fertilização. Os distúrbios podem, portanto, dificultar uma gravidez e ainda aumentar os riscos de cistos nos ovários.

gravida lingerie barriga 0719 1400x800
Konstantin Aksenov/shutterstock

Gravidez e pós-parto:problema de tireoide na gestação pode prejudicar o feto. O hipotireoidismo materno, por exemplo, quando não tratado, pode causar sérios danos ao bebê, incluindo insuficiência cardíaca e retardo mental.

menopausa calor fogacho 0818 1400x800 0
Image Point Fr/ Shutterstock

Menopausa: uma bagunça na tireoide pode causar o início precoce da menopausa (antes dos 40 anos). Os sintomas de hipertireoidismo podem, inclusive, ser confundidos com a menopausa precoce, com sinais como falta de menstruação, ondas de calor, insônia e alterações de humor.

Problemas na tireoide