Qual é o melhor óleo de cozinha para a saúde: canola, milho, coco, abacate e mais

azeite frigideira 0418 1400x800
DenisProduction.com/Shutterstock

A grande variedade de óleos para cozinhar presente nos supermercados pode dificultar a escolha do melhor tipo para a saúde e a dieta.

Número de calorias, valores nutricionais, benefícios, enfim, vários fatores precisam ser levados em conta na hora da compra do óleo. Em seu perfil no Instagram, a nutricionista Patricia Davidson explica as características e benefícios de cada tipo de óleo:

Qual é o melhor óleo para cozinhar?

Óleo de coco

Trata-se de uma gordura saturada e por isso pode ser aquecido sem alteração na composição química de sua molécula. Excelente opção para usar em pratos quentes como assados e grelhados, bolos e confeitaria.

tcm oleo coco 0918 1400x800
SewCream/shutterstock

Azeite de oliva

Rico em ácido graxos monoinsaturados e polifenóis, ajuda na diminuição do colesterol, protege contra o câncer e problemas no coração. Boa fonte de ômega 9, vitaminas A, D, E K, retarda o processo de envelhecimento celular, acelera o metabolismo, facilita a digestão e ainda melhora a absorção de cálcio e minerais dos alimentos.

azeite oliva azeitona 1117 1400x800
dulezidar/iStock

Óleo de abacate

O alimento é extraído da própria polpa da fruta, rico em ácido oleico e beta-sitosterol, possui ação anti-inflamatória e promove benefícios na saúde cardiovascular, afirma a nutricionista.

abacate oleo estrias 0618 1400x800
Africa Studio/Shutterstock

Óleos vegetais

Por passarem pelo processo de refinamento podem não ser tão ricos em nutrientes. Além disso, são ricos em ômega 6, gordura que, quando consumida em excesso pode exercer efeito inflamatório. Existem significativas diferenças entre os óleos vegetais, que podem ser divididos em:

Óleo de girassol

Além do ômega 3, ele é rico em vitaminas A, D, E e do complexo B, zinco e magnésio, além de ácidos graxos insaturados. É boa opção para quem precisa reduzir os níveis de colesterol, pressão arterial e prevenir doenças do coração.

oleo de canola 0418 1400x800
IgorAleks/Shutterstock

Óleo de canola

É considerado um dos óleos vegetais mais saudáveis por conter grande quantidade de ômega 3, gordura boa por proteger o coração, ser anti-inflamatória e ajudar no controle dos níveis de colesterol, triglicerídeos e pressão arterial. É a opção com o menor teor de gordura saturada.

Óleo de soja

Rico em ômega 3, ômega 6 e vitamina E, ele também é mais calórico, mas bom na atuação como antioxidante natural e como combatente dos altos níveis de colesterol no organismo.

oleo azeite panela 1118 1400x800
cliplab.pro/shutterstock

Óleo de milho

Boa fonte de ômega 3 e ômega 6, ajuda a reduzir o colesterol e prevenir alterações metabólicas. Porém, é considerado o mais calórico entre os demais.

De acordo com a nutricionista, para um consumo mais equilibrado e saudável, opte pelo óleo de coco, azeite extravirgem e óleo de abacate. Ela afirma, no entanto, que é preciso ter atenção para a forma de extração e armazenamento, preferindo a extração a frio e versões extravirgens e orgânicas.

View this post on Instagram

Neste post você encontra tudo o que precisa saber sobre Óleos de cozinha e seus benefícios (ou não) para a saúde. - Óleo de coco: é uma gordura saturada e por isso pode ser aquecido sem alteração na composição química de sua molécula. Excelente opção para usar em pratos quentes como assados e grelhados, bolos e confeitaria. - Azeite de oliva: rico em ácido graxos monoinsaturados e polifenóis, efeito positivo na saúde cardiovascular. - Óleo de abacate: é extraído da própria polpa da fruta, rico em ácido oleico e beta-sitosterol, possui ação anti-inflamatória e benefícios na saúde cardiovascular. - Óleos vegetais (girassol, canola, soja, milho) – por passarem pelo processo de refinamento tornam-se pobres em nutrientes, além de serem ricos em ômega 6, gordura que quando consumida em excesso pode exercer efeito inflamatório. Para um consumo mais equilibrado e saudável, opte pelo óleo de coco, azeite extravirgem e óleo de abacate, mas, atenção, para a forma de extração e armazenamento, prefira a extração a frio e versões extravirgens e orgânicas. Colaboração da nossa Nutricionista @nutricamilarodrigues #nutrição #nutriçãofuncional #saúde #alimentacaosaudavel #nutrir #nutricionista #nutri #comidadeverdade #vidasaudavel

A post shared by Patricia Davidson (@patriciadavidson.nutri) on

Óleo para cozinhar