Por que o frio aumenta chance de ter infarto e AVC e quem corre mais risco?

saude coracao bomba 1018 1400x800
Lightspring/shutterstock

Além do aumento de casos de gripes, resfriados e outros problemas respiratórios, o tempo frio pode elevar os riscos de doenças cardíacas, segundo informações da American Heart Association (Associação Americana do Coração). Também há aumento nos casos de AVC. Mas você sabe por que isso acontece?

Por que o frio provoca infarto?

Os motivos exatos pelos quais os riscos de problemas no coração aumentam no inverno não são totalmente conhecidos, mas já se sabe que as baixas temperaturas interferem na circulação sanguínea e podem predispor ao aparecimento de dor no peito (angina) ou até mesmo a um infarto.

coracao no corpo 1216 1400x600
yodiyim/Shutterstock

De acordo com a cardiologista e médica nuclear Priscila Cestari Quagliato, isso acontece porque o tempo frio faz com que o sistema cardiovascular trabalhe mais para manter o equilíbrio térmico do corpo.

A vasoconstrição - processo em que os vasos se contraem para impedir a perda do calor – é uma reação de defesa natural ao frio, mas que pode resultar em uma sobrecarga do coração em casos específicos, explica a médica.

Por que pode causar AVC?

avc 1216 1400x800
BlueRingMedia/shutterstock

A American Heart Association cita um estudo de 2016 que examinou quase 172 mil hospitalizações por AVC isquêmico nos Estados Unidos e descobriu que elas ocorriam mais frequentemente em temperaturas mais frias.

Os estudiosos sugerem que as pessoas podem ser menos ativas no inverno, prejudicando sua saúde. Além disso, inverno frio e escuro pode levar algumas pessoas a desenvolver depressão, o que tem sido associado ao aumento do risco de derrame.

Um trabalho científico alemão ainda revelou que, para cada 2,9 graus Celsius de queda de temperatura em 24 horas, os derrames aumentaram 11%. No ano passado, um estudo de cerca de 56 mil mortes por derrame ao longo de uma década em São Paulo descobriu que o frio pode elevar o número de mortes por acidente vascular cerebral, particularmente entre pessoas acima dos 65 anos.

Quem corre mais risco?

pessoas rua pesquisa corpo 0816 1400x800
connel/Shutterstock

Ainda de acordo com a associação americana, existem dois grupos que correm mais risco e devem ficar alertas nesse período do ano. São eles:

  • Pessoas que já têm predisposição a problemas cardíacos
  • Quem tem mais de 65 anos de idade

Saúde do coração