Fumar faz mal até para a saúde da vagina: altera a flora e favorece infecção

fumar fumante cigarro 0918 1400x800
Out of Time/Shutterstock

Danos aos pulmões, coração, artérias, dentes, pele, enfim, é extensa a lista de órgãos e partes do corpo que são prejudicados pelo tabagismo. Mas você sabia que fumar pode comprometer até mesmo a saúde da vagina?

A relação entre o cigarro e problemas de ereção em homens é conhecida, mas pouca gente sabe que o tabagismo também faz mal para a região íntima feminina.

mulher fumando cigarro 0419 1400x800
Billion Photos/Shutterstock

Como o cigarro afeta a saúde da vagina

Além do tabaco, o cigarro abriga quase 5 mil substâncias consideradas tóxicas. Ainda não é totalmente conhecido o mecanismo exato que faz com que o hábito de fumar prejudique a vagina, mas é sabido que alguns dos produtos químicos presentes no cigarro causa alterações na população de bactérias saudáveis.

vagina doencas coceira 0716 1400x800 0
Sogno Lucido/Shutterstock

As mudanças na flora vaginal podem, consequentemente, aumentar os riscos de vaginose bacteriana e ressecamento vaginal. Estudos mostram que o tabagismo está associado tanto ao diagnóstico de vaginose bacteriana quanto a uma microbiota vaginal sem Lactobacillus spp, que tem ação protetora.

De acordo com um trabalho científico realizado nos EUA, fumar está associado a diferenças nos metabólitos vaginais importantes, e mulheres que fumam podem ter suscetibilidade aumentada a infecções urogenitais e aumento do mau cheiro na região íntima.

Como parar de fumar