Exames que mulher deve fazer aos 30, 40 e 50 anos: mamografia, densitometria e mais

mulher madura consulta 0619 1400z800
S_L/Shutterstock

Mulheres saudáveis costumam fazer exames de rotina desde muito cedo, na adolescência. Com o avanço da idade, a lista só aumenta, e as visitas ao laboratório ficam mais frequentes.

Além do autoexame das mamas, o papanicolau e os exames de sangue que todo mundo faz antes dos 30 anos, a chegada da maturidade exige um cuidado a mais com a saúde.

Exames após os 30 anos

O primeiro exame adicionado na rotina é a mamografia, que analisa os tecidos internos do seio e identifica possíveis tumores.

Deve ser feita anualmente após os 40 anos, mas a ginecologista Luciana Deister lembra que, em casos de histórico familiar de câncer de mama, o exame pode ser indicado logo aos 30 anos.

exame medico analise 0619 1400x800
Have a nice day Photo/Shutterstock

Exames após os 40 anos

A médica explicou no Instagram que os principais cuidados após os 40 anos devem ser com os efeitos da menopausa e a prevenção da osteoporose. Por isso, os primeiros exames depois desta idade são a densitometria óssea e o perfil hormonal.

Ela também indica uma ecografia pélvica e transvaginal, para avaliar os ovários e verificar a presença de cistos, endometriose, pólipos ou miomas. Em caso de histórico familiar de câncer no intestino, recomenda-se ainda um exame proctológico.

Exames após os 50 anos

Além de todos os exames indicados até os 40 anos, as mulheres com mais de 50 precisam ter atenção redobrada com a osteoporose e podem ter que fazer densitometria óssea com mais frequência.

Outras alterações metabólicas que se agravam com a idade devem ser investigadas com exames de sangue para medir os níveis de colesterol, triglicerídeos, glicemia e insulina.

View this post on Instagram

A saúde da mulher requer alguns exames de rotina que ajudam não só a prevenir como identificar doenças ginecológicas, como também possibilitam identificar alterações em estágio inicial. Os principais são: ⠀ 🚺Até os 30 anos: 🔎(Auto)Exame das mamas: detecção de nódulos mamários e prevenção do câncer de mama. 🔎Papanicolau e exame pélvico: prevenção do câncer do colo de útero. 🔎Exames de sangue: #glicemia, #insulina, #colesterol e triglicerídeos, função renal e hepática, hormônios sexuais e tireoideanos, #vitaminaD. 🗓️Anual ⠀ 🚺A partir dos 30: Repetem-se os exames dos 20/30 anos, adicionando a #mamografia (indicado após os 35 anos, mas quem tem histórico familiar de câncer de mama deve começar aos 30) 🗓️Anual ⠀ 🚺A partir dos 40 anos: Começam os cuidados com a #menopausa e prevenção da #osteoporose. Além dos exames indicados para os 20/30, inclui-se 🔎Densitometria óssea: precisa ser repetido anualmente se já houver algum grau de perda de massa óssea e a cada 2 anos para resultados normais. 🔎Perfil hormonal: no início do #climatério 🔎Ecografia pélvica e transvaginal: avaliam os ovários e verificam a presença de cistos, #endometriose, pólipos ou #miomas. 🔎Exame proctológico: indicado principalmente para quem tem histórico familiar de #câncer intestinal 🗓️Anual (varia de acordo com resultados e indicação médica) ⠀ 🚺A partir dos 50: Além dos exames já citados, é preciso checar também 🔎Exames de sangue: colesterol completo e triglicerídeos, glicemia e insulina para investigar metabólicas que podem se agravar mais devido à idade 🔎Densitometria óssea: os cuidados para evitar ou cuidar da osteoporose continuam e até aumentam, dependendo do caso. 🗓️Periodicidade: semestral ou anual (dependendo dos resultados e do estado de saúde) ⠀ Consulte sua(seu) ginecologista! 💐 ⠀ #ginecologiaintegrativa #ginecologia #gineco #ginecologista #saudedamulher #menstruação #coisasdemulher #ovulação #menopausa #maternidade #medicinapreventiva

A post shared by Luciana Deister (@dra.lucianadeister) on

Exames de rotina