DIU de cobre ou Mirena: qual escolher? Ginecologista ajuda a decidir

diu cobre mirena 0519 1400x800
Beate Panosch/Shutterstock

O dispositivo intrauterino (DIU) é um método contraceptivo cada vez mais procurado pelas mulheres. Uma de suas principais vantagens é a longa duração: são pelo menos cinco anos de tranquilidade após a aplicação, ajudando não só a prevenir uma gravidez indesejada, como também auxiliando em casos de mulheres que sofrem com fortes cólicas menstruais.

O que é o DIU?

O DIU consiste em uma pequena peça com o formato da letra "T" introduzida no endométrio e libera substâncias que alteram o ambiente do útero, tornando-o nocivo aos espermatozoides e impedindo que ele avance até fecundar o óvulo.

utero mulher ilustracao 0519 1400x800
Kateryna Kon/Shutterstock

Tipos de DIU

Disponível no sistema público de saúde, o DIU de cobre libera partículas do mineral que provocam uma pequena inflamação no tecido da cavidade uterina, modificando seu equilíbrio bioquímico e inibindo os espermatozoides. Sua eficácia é de 93,3%.

Já o DIU hormonal (Mirena) atua da mesma forma, mas com uma substância diferente: ele é revestido com um derivado da progesterona, que afina o revestimento do útero e altera suas características, além de suspender a menstruação na maioria dos casos.

diu de cobre0219 1400x800
Image Point Fr/ Shutterstock

DIU de cobre: vantagens e desvantagens

A maior vantagem do DIU de cobre é justamente o fato de não possuir nenhum hormônio: desta forma, ele não influencia no balanço hormonal, não promove ganho de peso ou retenção liquida e nem altera a libido, como explicou a ginecologista Luciana Deister em seu Instagram.

Outro ponto positivo é o custo acessível. Já a principal desvantagem é o possível aumento do fluxo menstrual e das cólicas - mulheres que já sofrem com isso devem procurar outra opção.

diu mirena 0817 1400x800
Image Point Fr/Shutterstock

DIU hormonal: vantagens e desvantagens

O DIU Mirena é mais indicado para mulheres que se queixam de cólicas fortes e querem interromper a menstruação. Também ajuda no tratamento de endometriose. Segundo a ginecologista, sua concentração hormonal é bem menor e mais gentil ao corpo do que as pílulas.

Por outro lado, a aplicação de hormônios através do DIU pode gerar alguns efeitos colaterais como alterações de humor, acne e dor nas mamas. Outra desvantagem do Mirena é o preço em relação ao DIU de cobre. Lembrando que somente um ginecologista pode indicar qual é o melhor tipo para cada mulher.

View this post on Instagram

🚺 Quando o assunto é #DIU, a pergunta mais comum é: qual o melhor? O de cobre, o hormonal ou o de cobre e prata? ⠀⠀⠀⠀ 🚺 Eu gosto sempre de colocar os prós e contras às pacientes para que elas decidam, afinal, o corpo é delas e precisamos nos empoderar para fazermos as melhores escolhas para nosso bem-estar e para a nossa saúde! O método contraceptivo é uma dessas decisões. Então vamos lá: ⠀⠀⠀⠀ 1️⃣ DIU de cobre / cobre & prata: 👍🏻 Vantagens: não possui hormônio na composição, portanto, não influencia no balanço hormonal, não promove o ganho de peso, retenção liquida nem alteração da #libido; além disso, a #fertilidade é restabelecida logo após a sua retirada; são mais acessíveis 💰 que o DIU hormonal. 👎🏻 Desvantagens: em algumas mulheres, pode aumentar o fluxo e as cólicas menstruais. ⠀⠀⠀⠀ 2️⃣ DIU hormonal: 👍🏻 Vantagens: bastante útil para o tratamento da #endometriose; válido para as mulheres que desejam interromper a #menstruação e que se queixam de #cólicas menstruais fortes; a concentração hormonal é bem menor e mais gentil ao corpo do que os #contraceptivos hormonais tradicionais. 👎🏻 Desvantagens: algumas mulheres se queixam de dor nas mamas, alterações de #humor e #acne; também são mais caros 💰. ⠀⠀⠀⠀ 🚺 Converse com seu #ginecologista, tire suas dúvidas e conheça suas opções! Lembrando que a implantação de qualquer DIU só pode ser realizada pelo ginecologista. 😘 ⠀⠀⠀⠀ #ginecologiaintegrativa #ginecologia #diudecobreeprata #diudecobre #diuhormonal #diumirena #mirena #anticonceptivos #anticoncepcional #saudedamulher #medicinaintegrativa #medicinadoestilodevida

A post shared by Luciana Deister (@dra.lucianadeister) on

Dúvidas sobre DIU