Mancha escura na pele pode ser normal ou indicar 4 doenças: de sol à câncer

manchas pele costas 0519 1400x800
MrVettore/shutterstock

Manchas escuras na pele podem surgir por causa de fatores banais, como parte do processo de depilação em regiões como axilas e virilhas, mas não devem ser encaradas apenas como incômodos estéticos. Em alguns casos, as marcas podem sim indicar condições adversas de saúde, das mais simples às mais graves.

melanoma pele mancha 0519 1400x800
Ngukiaw/shutterstock

O surgimento de manchas na pele não pode ser considerado apenas uma condição comum ao envelhecimento. As marcas, de diferentes tamanhos, aspectos e causas, devem ser avaliadas por um profissional de saúde, já que podem ser indícios de doenças graves.

Mancha escura na pele: o que pode ser

melasma mancha pele testa 1016 1400x800
Manuel Faba Ortega/istock

As manchas na pele podem aparecer em diferentes locais do corpo, se apresentar de diversas formas e ser causadas por uma grande variedade de fatores. Procurar um dermatologista é fundamental para conhecer o diagnóstico e iniciar o tratamento mais adequado.

Melasma

Melasma é um problema de pele caracterizado pelo aparecimento de manchas escuras, especialmente no rosto, mais comum em mulheres do que em homens. Apesar de não ter cura, pode ser tratada e não provoca grandes riscos à saúde.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, além dos fatores hormonais (principalmente durante a gravidez) e da exposição excessiva aos raios solares, a predisposição genética também influencia no surgimento de melasma.

mancha pele diabetes 1016 1400x800
nanka/Shutterstock

Melanose solar

Também chamada de mancha senil, a condição consiste em manchas escuras que aparecem na pele quando há produção excessiva de melanina. A alteração de tom pode ser provocada pelos fatores externos decorrentes da idade, como a exposição solar excessiva, traumas na superfície cutânea ou até mesmo reação a certos medicamentos e uso de cosméticos inadequados.

A melanose solar é mais visível em regiões como dorso das mãos e antebraços, principalmente em pessoas com mais de 40 anos de idade. O problema está fortemente relacionado à exposição solar sem proteção ao longo da vida.

Diabetes

O surgimento de manchas ou mesmo escurecimento da pele na região da axila pode ir além das consequências da depilação. Em alguns casos, pode ser sinal de resistência à insulina, ou seja, um sintoma de diabetes. A área da nuca também costuma ser afetada pelo escurecimento.

melanona rosto mancha 0618 1400x800
Timonina/Shutterstock

Melanoma

Mancha escura, assimétrica e com bordas irregulares pode ser também sinal de melanoma, um câncer de pele que tem maior incidência em pessoas com histórico familiar da doença, afirma Aldo Toschi, diretor da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD) e coordenador da Equipe de Dermatologia do Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC).

O melanoma é tipo menos frequente de cânceres da pele, mas tem o pior prognóstico e o mais alto índice de mortalidade, de acordo com informações da Sociedade Brasileira de Dermatologia. A doença, no entanto, quando detectada precocemente, tem chances de cura de mais de 90%.

Manchas na pele: causas e tratamentos