Barbas têm tantas bactérias que até cachorros são mais limpos, mostra estudo

barba homem close 0820 1400x800
Jinga/Shutterstock

Um novo estudo mostrou que a barba, o "acessório de moda" dos homens, tem mais bactérias do que um cão. Alguns especialistas têm alertado sobre a presença de organismos nos pelos faciais, que se transformam em esponjas de bactérias que não vão embora apenas com uma boa higiene.

Cães são mais higiênicos do que barbas de homens, diz estudo

No estudo, conduzido por pesquisadores no Swiss clínica Hirslanden, cada amostra de barba estava cheia de bactérias, e quase a metade delas tinha corpos considerados perigosos para a saúde humana, segundo reportagem do Daily Mail.

cachorro sujo cao 0820 1400x800
Cindy Hughes/Shutterstock

Estes resultados foram contrastados com a mesma quantidade de amostras de pelo de cão. O estudo acabou demonstrando que amostras de pelos de cão tinham menos micróbios que as barbas. "Com base nesses resultados, os cães podem ser considerados mais higiênicos que homens barbudos", concluiu Andreas Gutzeit, autor do estudo.

Dos 18 homens de quem as amostras foram colhidas, todos tinham uma quantidade elevada de bactérias. Sete deles continham bactérias consideradas prejudiciais. No caso dos cães, 23 dos 30 analisados tinham a mesma quantidade no pelo.

Embora o estudo tenha sido baseado em uma pequena amostra, vários pesquisadores alertaram sobre a falta de higiene nas barbas. Os pelos faciais masculinos escondem mais germes porque são mais espessos que os outros tipos de pelos e, por isso, capturam mais facilmente sujeira e bactérias, explicou Carol Walker, especialista do Centro de Tricologia de Birmingham.

barba espessa 0719 1400x800
DenisProduction.com/Shutterstock

O pelo que envolve a boca e o nariz está em um lugar perfeito para receber bactérias. Pequenas partículas de comida podem ficar presas ali e começar a apodrecer. Se o homem com a barba tiver um resfriado, cepas de estafilococos podem ser encontradas em seu pelo facial.

Alguns homens têm o hábito de tocar suas barbas: se suas mãos estão sujas, eles estão transferindo a sujeira de suas mãos para a barba e, com ela, bactérias, explicou Walker, que disse ter notado homens desenvolvendo um problema de pele devido à barba.

piel barba
Yashkin Ilya vía Shutterstock

Existe também a possibilidade de homens com barba transferirem essas bactérias para outras pessoas, por exemplo, seus parceiros.

Evidências científicas mostram que a barba pode transmitir infecções, segundo o microbiologista Ron Cutler, da Universidade de Londres. Por todas essas razões, é importante que os homens mantenham boa higiene em suas barbas.

No entanto, a higiene pode não ser tudo. De acordo com um estudo realizado por Manuel Barbeito, um microbiologista da Marinha dos EUA, as bactérias se agarram à barba e não são eliminadas com uma simples limpeza. De qualquer forma, lavar a barba reduziu a quantidade de bactérias.

arrancar pelo barba 0917 1400x800
Focus and Blur/Shutterstock

Embora existam evidências da presença de bactérias na barba e que a barba possa espalhar bactérias, não há evidências de que ela apresente um risco à saúde (própria ou dos outros), explicou Anthony Hilton, professor de ciências biológicas e ciências biomédicas da Aston University.

"É normal encontrar 20 mil tipos de bactérias na pele que não são prejudiciais", disse ele. Outros especialistas concordam: uma barba não é mais perigosa do que um rosto limpo. "São as mesmas bactérias encontradas em sua pele. Eles não são problemáticos ou representam um risco à saúde", disse Hugh Pennington, professor de bacteriologia na Universidade de Aberdeen.

Homens com ou sem barba?

Matéria traduzida do original de VIX espanhol, do autor Carina Giordano.