Sintomas de meningite: 6 que poucos relacionam com doença e atrasa diagnóstico

dor cabeca crianca 0419 1400x800
dor de cabeça

Caracterizada pela ocorrência de surtos e epidemias ocasionais no Brasil, a meningite é uma doença considerada bastante grave que, se não tratada, pode deixar sérias sequelas e até mesmo levar à morte. Conhecer mais sobre a condição e seus sintomas é fundamental para se proteger.

Meningite: o que é

A meningite é um processo inflamatório que ocorre nas membranas que envolvem o cérebro e a medula espinhal (meninges) e que pode afetar pessoas de todas as idades, sendo crianças menores de 5 anos as mais atingidas, segundo o Ministério da Saúde.

meningite bacteriana cerebro 0319 1400x800
Kateryna Kon/shutterstock

De acordo com a Fundação Oswaldo Cruz, existem diferentes tipos de meningites e as bacterianas e virais são as consideradas de maior preocupação para a saúde pública, uma vez que podem causar surtos.

Quando não recebe tratamento adequado, a meningite pode deixar sequelas graves e resultar em convulsões, dano neurológico permanente e até levar à morte, segundo informações da Mayo Clinic. As complicações podem ocorrer igualmente em qualquer idade e são proporcionais ao tempo que se demora para fazer o diagnóstico e iniciar os cuidados.

Sintomas

febre crianca doente 0319 1400x800
Narith Thongphasuk/shutterstock

Os sintomas da meningite podem variar de acordo com seu tipo, geralmente aparecem entre algumas horas até dois dias após a infecção e, muitas vezes, nem sempre são relacionados à doença.

Febre alta, dor de cabeça, sensação de cansaço, náusea, sonolência e dores nas articulações são seis sintomas típicos de meningite, mas que podem ser associados a outros tipos de problemas de saúde, o que atrasa o diagnóstico se o paciente não buscar ajuda médica.

dor na nuca 0218 1400x800
andriano.cz/Shutterstock

Outros sinais de meningite são rigidez do pescoço, especialmente na região da nuca, vômitos, confusão mental, aumento repentino da sensibilidade à luz, convulsões e manchas vermelhas pelo corpo (no caso da meningocócica).

Diagnóstico e tratamento

O diagnóstico da meningite pode ser confirmado por exame de sangue e coleta de amostra do líquido cerebroespinhal. Os testes são úteis para detectar o agente que está causando a infecção e sua identificação específica é importante para iniciar o tratamento adequado.

meningite cerebro 0617 1400x800
Kateryna Kon/Shutterstock

Os casos suspeitos de meningite exigem internação, pois a doença é considerada grave. No caso de meningites bacterianas, o paciente passará por antibioticoterapia no hospital, com medicamentos prescritos pelo médico.

As meningites virais, na maioria dos casos, não exigem tratamento e a recuperação do paciente ocorre espontaneamente, o que não dispensa monitoração para verificar possíveis sinais de maior gravidade.

hospital internacao doenca apoio 0917 1400x800
sturti/iStock

Se o indivíduo for diagnosticado com meningite fúngica, passará por um tratamento mais longo, com altas e prolongadas dosagens de medicação antifúngica. Já no caso de meningites por parasitas, são usados medicamentos contra a infecção e para alívio dos sintomas.

Meningite