Bolinhas no mamilo são de 2 tipos: uma é normal e outra pode indicar câncer

seios mamilos bolinhas 0519 1400x800
bsd/Shutterstock

Se você percebeu o surgimento de bolinhas ao redor do mamilo, que parecem pequenas espinhas indolores, e se pergunta o que pode ser, nós te contamos o que elas indicam!

De forma geral, você não precisa se preocupar: é normal e toda mulher tem. Mas, caso essas protuberâncias virem feridas que não cicatrizam, é melhor procurar um médico porque esse pode ser um indício de distúrbios mais graves.

Quando é normal?

Na enorme maioria dos casos, as bolinhas presentes nos mamilos não devem causar nenhum tipo de preocupação. Elas são conhecidas como tubérculos de Montgomery, ou glândulas areolares. E têm a função de manter o seio lubrificado e protegido para a amamentação, além de servir como estímulo olfativo para os bebês.

mae amamentacao bebe 0419 1400x800
HTeam/Shutterstock

É normal aumentar na gravidez

Estas glândulas tendem a ficar mais visíveis a partir da gravidez, mas podem aparecer também fora deste período. Quando o mamilo é estimulado durante o aleitamento, elas podem ficar maiores.

A quantidade de bolinhas varia bastante de mulher para mulher, mas uma coisa é certa: todo mundo tem e não há porque se preocupar com elas caso não haja nenhum incômodo.

Bolinhas no seio como sinal de câncer

mulher seios mamilo 0419 1400x800
Nerthuz/Shutterstock

Pequenos machucados ao redor do bico do seio estão entre os efeitos da doença de Paget, um tipo raro de câncer de mama que começa nos ductos mamários e se espalha para a pele da aréola. Antes do surgimento das feridas, os primeiros sintomas são vermelhidão e coceira na região do mamilo.

A doença de Paget costuma afetar apenas um dos seios e geralmente envolve a necessidade de uma cirurgia. É mais frequente em mulheres acima dos 60 anos, mas corresponde a menos de 5% dos casos de câncer de mama. Além das feridas, causa irritação local, descamação, prurido e queimação.

Na ausência destes sintomas, seu caso não deve ser nada de grave!

Sinais de câncer nas mulheres