Câncer de estômago: 7 sintomas parecem comuns mas não podem ser ignorados

cancer de estomago 0319 1400x800
crystal light/shutterstock

Também chamado de câncer gástrico, o câncer de estômago é o terceiro tipo mais frequente entre homens e o quinto entre mulheres. A doença pode se disseminar de várias formas e se desenvolve lentamente ao longo de muitos anos.

Câncer de estômago: o que é

De acordo com o Hospital Israelita Albert Einstein, os tumores do estômago se apresentam, predominantemente, na forma de três tipos: adenocarcinoma (responsável por 95% dos tumores), linfoma e leiomiossarcoma, iniciado em tecidos que dão origem aos músculos e aos ossos.

estomago digestao sistema digestivo 08
Sebastian Kaulitzki / Shutterstock

Antes do aparecimento do câncer, ocorrem no revestimento interno do estômago (mucosa) alterações pré-cancerosas que, segundo o Instituto Oncoguia, raramente causam sintomas e, portanto, muitas vezes passam despercebidas.

O câncer de estômago é mais comum entre homens, especialmente acima 70 anos, em média. Cerca de 65% dos pacientes diagnosticados com câncer gástrico têm mais de 50 anos de idade.

Sintomas iniciais

falta apetite mulher 1118 1400x800
Lolostock/shutterstock

Não há sintomas específicos do câncer de estômago, informa o INCA (Instituto Nacional de Câncer). Alguns sinais, no entanto, podem ser apresentados e muitas vezes serem confundidos com outras doenças mais simples. Portanto, é importante ficar atento a alertas iniciais, como:

  • Perda de peso
  • Perda de apetite
  • Fadiga
  • Sensação de estômago cheio
  • Vômitos
  • Náuseas
  • Desconforto abdominal persistente

Sintomas avançados

pomo adao pescoco 0917 1400x800
Doraemon9572/shutterstock

Em estágio avançado, o câncer gástrico pode apresentar sintomas como:

  • Vômito com sangue
  • Presença de sangue nas fezes
  • Fezes escurecidas, pastosas e com odor muito forte
  • Presença de íngua na área inferior esquerda do pescoço
  • Nódulos ao redor do umbigo

Diagnóstico e tratamento

aparelho de endoscopia 0417 1400x800
sfam_photo/Shutterstock

O diagnóstico de câncer de estômago pode ser confirmado por meio de dois exames: endoscopia digestiva alta e exame radiológico contrastado do estômago. Os testes permitem a avaliação visual da lesão, a realização de biópsias e a avaliação citológica. A maioria dos casos de câncer gástrico é diagnosticada em estágio avançado porque não há sintomas específicos nas fases iniciais.

O tipo de tratamento a ser adotado em câncer de estômago pode variar de acordo com estadiamento da doença, além de fatores como: idade do paciente, tipo de tumor, chances de cura da doença e estado geral de saúde do paciente.

Os principais tipos de tratamento são cirurgia, quimioterapia, terapia alvo e radioterapia. Em muitos casos, pode haver orientação para utilização de todos os tratamentos combinados.

Câncer de estômago: riscos e sintomas