Chiado no peito pode ser asma, bronquite, enfisema e mais 5 doenças: veja tratamentos

sistema respiratorio 0318 1400x800
yodiyim/Shutterstock

Inflamação e estreitamento das vias aéreas em qualquer local, da garganta para os pulmões, podem resultar em chiado no peito.

De acordo com informações da Mayo Clinc, o chiado no peito pode ser percebido durante a respiração, tanto na entrada quanto na saída do ar.

Chiado no peito: o que pode ser

Existe uma grande lista de problemas respiratórios que podem provocar chiado no peito, dos mais simples aos mais graves. Conheça alguns dos principais motivos:

rx de pulmao 1016 1400x800
Guzel Studio/shutterstock

Anafilaxia

A anafilaxia é a forma mais grave de reação de alergia, que pode ser desencadeada por diversos agentes, como alimentos, picada de inseto ou até medicamento. Coceira, inchaço, manchas vermelhas na pele e dificuldade para respirar são alguns dos sintomas da condição.

Asma

Uma das principais causas de chiado no peito é a asma, uma condição causada pela hipersensibilidade e alergia das vias respiratórias. De acordo com o cardiologista Enrique Pachón, do Hospital do Coração (HCor), uma variação mais perigosa do problema, chamada de asma cardíaca, também pode ser acompanhada do chiado.

Bronquiolite

Comum em crianças de até dois anos a bronquiolite é caracterizada pela inflamação e obstrução dos bronquíolos (pequenas vias aéreas) geralmente causada por uma infecção viral.

Bronquite

O chiado no peito também pode aparecer em casos de bronquite, geralmente consequência de uma gripe ou outra doença respiratória. Trata-se de uma inflamação dos brônquios, que são as vias que conduzem o ar que é respirado até os alvéolos pulmonares.

enfisema pulmao doenca 0319 1400x800
Visual Generation/Shutterstock

DPOC (doença pulmonar obstrutiva crônica)

Quando o chiado no peito é acompanhado por catarro, pode indicar a doença, que é uma espécie de combinação entre bronquite e enfisema e afeta a oxigenação de todo o corpo.

Enfisema

Além do chiado no peito, a condição pulmonar que causa falta de ar e reduz a área de superfície dos pulmões pode ser identificada por meio de sintomas como tosse, dificuldade para respirar e fadiga.

Pneumonia

Infecção grave que se instala nos pulmões, principalmente em decorrência de vírus e bactérias, a pneumonia pode provocar chiado no peito e presença de sangue no catarro.

Câncer de pulmão

Geralmente relacionado ao tabagismo, o câncer de pulmão é uma doença que só costuma apresentar sintomas quando está na fase avançada. O chiado no peito, assim como tosse e catarro no sangue, são possíveis sinais da condição.

Sintomas associados

tosse virus
mssa/shutterstock

O chiado no peito pode ser sintoma de diferentes problemas de saúde e, portanto, dependendo da doença, pode ser acompanhado de outros sinais, como:

  • Tosse persistente
  • Sangue no catarro
  • Dificuldade para respirar
  • Febre
  • Fadiga excessiva
  • Rouquidão da voz

Tratamento

O tratamento para combater o chiado no peito vai depender muito da doença que causa o problema. Em casos mais simples, alguns medicamentos podem ser receitados pelo médico para uma terapia caseira. Em outros, até mesmo uma internação hospitalar pode ser necessária.

Antibiótico

Se o chiado no peito for resultado de alguma doença causada por infecção bacteriana, o paciente pode ser orientado a fazer uso de antibiótico para tratar o problema e, assim, acabar com o chiado consequentemente.

bronquite bombinha respiracao 0319 1400x800
Daren Woodward/shutterstock

Corticoides orais

O medicamento que funciona como anti-inflamatório pode ser receitado em casos de inflamação nas vias respiratórias que provocam a doença causadora do chiado no peito.

Broncodilatadores

O medicamento alivia sintomas agudos, normalmente possui efeito de curta duração e geralmente é indicado em casos de asma. Seu uso mais comum é por meio de inalação, conhecida como “bombinha de asma”, mas ele também é encontrado em forma de comprimido, líquido e injetável.

Tosse: causas e tratamentos