Como identificar se sua cólica é normal ou sintoma de endometriose: 3 diferenças

utero ovario mulher colica dor 1218 1400x800
EstherQueen999 / Shutterstock

Uma cólica forte, que deixa a mulher debilitada e incapaz de exercer suas funções cotidianas, pode ser um forte indício de endometriose. Como este sintoma muitas vezes é visto como algo comum na rotina feminina durante o período menstrual, a doença nem sempre é diagnosticada.

Quando a endometriose demora para ser descoberta e tratada corretamente pode levar a uma série de complicações, causando inclusive, a infertilidade da mulher.

Diferenças entre cólica e sinal de endometriose

dor colica endometriose 0219 1400x800
Photographee.eu/Shutterstock

O ginecologista Marco Aurélio Pinho de Oliveira afirma que sentir uma cólica muito forte, com dor incapacitante durante o período menstrual não é normal. Ao contrário: pode ser um sinal de endometriose. Veja as diferenças entre as cólicas consideradas naturais e aquelas que configuram um problema mais sério:

1. Causas

Ao contrário das cólicas normais, a dor da endometriose não é causada por contrações do útero. Acontece quando parte do sangue eliminado no momento da menstruação passa pelas trompas e acaba caindo na barriga.

Quando o sistema imunológico não consegue eliminar estas células do endométrio, elas acabam sendo implantadas fora do útero, às vezes na cavidade pélvica, intestino ou na bexiga, gerando então a endometriose. E isso pode provocar inflamações que, por vezes, geram dores fortíssimas.

endometriose utero 3d 0219 1400x800
sciencepics/Shutterstock

2. Intensidade da dor

A ginecologista e obstetra Naura Tonin Angonese esclarece que a cólica normal durante a menstruação ocorre de forma leve, sem prejudicar o dia a dia da mulher. Já a dor pélvica constante no decorrer do período, que resiste à medicações e dificulta a realização normal de atividades, pode estar associada à endometriose.

3. Outros sintomas

As cólicas menstruais geralmente surgem um ou dois dias antes da menstruação e tendem a desaparecer completamente após as regras. No caso das dores da endometriose, o mal é persistente, com aumento de intensidade a cada mês.

Além disso, a endometriose apresenta outros sinais como dor na relação sexual, na evacuação ou micção bem como constipação, náuseas, fadiga e até sangramento excessivo durante ou no intervalo da menstruação.

Cólica relacionada a outras doenças