Gardnerella deixa vagina com "odor de peixe podre": causa e como tratar

bacteria vagina vulva infeccao intima 0219 1400x800
Kateryna Kon / Shutterstock

Gardnerella vaginalis é o nome da bactéria causadora da vaginose bacteriana, uma doença ginecológica comum, mas que ainda gera muitas dúvidas entre as mulheres. O cheiro ruim de peixe podre na vagina é o sintoma mais comum da condição.

Vaginose bacteriana: o que é?

colica vagina 0219 1400x800
sasha2109/Shutterstock

Vaginose bacteriana é uma infecção provocada pela alteração da flora vaginal natural, geralmente causada pela proliferação desequilibrada da bactéria Gardnerella vaginalis.

O odor forte de peixe podre na vagina é o sintoma mais característico da condição, que pode ser acompanhado por corrimento acinzentado, leitoso e com pequenas bolhas, além de dor durante a relação sexual, explica a ginecologista e obstetra Dra. Heloisa Brudniewski.

Segundo a profissional, no entanto, mais de metade das mulheres que são afetadas pela vaginose bacteriana não apresenta sintomas.

coceira vagina corrimento 1218 1400x800
Barabasa/Shutterstock

Como se pega?

Ao contrário do que muita gente acredita, a vaginose bacteriana não é resultado de relações sexuais desprotegidas. Porém, o uso de camisinha no sexo, além de evitar infecções sexualmente transmissíveis, ainda podem diminuir o cheiro ruim da vagina causado pela condição.

O mau cheiro na vagina se acentua após as relações sexuais sem proteção e durante a menstruação. Isso ocorre porque o sêmen e o sangue são alcalinos e aumentam o pH da vagina, liberando substâncias com odor fétido, afirma a ginecologista e obstetra Dra. Patricia de Rossi, do Conjunto Hospitalar do Mandaqui.

calcinha nude 1400x800
Ollyy/ShutterStock

A causa da doença está relacionada diretamente com a alteração do pH da vagina, que gera o desequilíbrio das bactérias e permite que uma predomine sobre outra.

Fatores como alimentação desequilibrada, uso de determinados antibióticos e até mesmo higiene excessiva da região íntima podem causar a desarmonia da flora vaginal e aumentar as chances de ocorrência de vaginose.

Tratamento: remédio é antibiótico?

remedio pilula mao 0119 1400x800
Dean Drobot/Shutterstock

O tratamento para vaginose bacteriana normalmente é feito com o uso de antibióticos orais ou vaginais prescritos por um médico. Segundo Dra. Flávia, antes de indicar um tratamento, o profissional de saúde deverá investigar as causas do descontrole da flora.

Depois de descobrir o que está provocando alteração no pH da vagina, precisamos buscar medidas para restaurar a flora. Geralmente o uso de alimentos com probióticos como iogurtes e leites são indicados, explica a ginecologista.

vagina mulher maos 0119 1400x800
CHAjAMP/Shutterstock

Quem tem Gardnerella pode engravidar?

Um quadro de vaginose bacteriana não impede a mulher de engravidar. No entanto, a infecção causada pela bactéria Gardnerella vaginalis pode ser arriscada durante a gestação.

Vaginose na gravidez: o que fazer

De acordo com a ginecologista Dra. Patricia de Rossi, o surgimento de vaginose bacteriana durante a gravidez pode aumentar os riscos de partos prematuros e infecções pós-parto.

Portanto, caso a gestante perceba a presença de corrimento e odor ruim na região íntima, além dos demais sintomas de vaginose, deve procurar o ginecologista o quanto antes para iniciar o tratamento mais indicado de acordo com sua condição.

Cuidados com a saúde íntima