Cientistas brasileiros descobrem possível jeito de prevenir o Alzheimer

quebra cabeca 0119 1400x800
r Orawan Pattarawimonchai/Shutterstock

O Alzheimer é uma doença neuro-degenerativa, um dos seus maiores impactos à saúde é que ela provoca um declínio das funções cognitivas, o que leva gradualmente à perda da memória recente e, em quadros mais evoluídos, afeta a capacidade de aprendizado, atenção, orientação compreensão e linguagem do paciente.

Prevenção para Alzheiemer

idosa alzheimer sorriso 1116 1400x934
docent/Shutterstock

Recentemente cientistas brasileiros descobriram um caminho para prevenir e até mesmo tratar o Alzheimer. De acordo com a pesquisa publicada na revista Nature, a chave para isso é o exercício físico. Ocorre que, ao praticar exercícios físicos, um hormônio chamado irisina é produzido pelos músculos, o qual protege o cérebro e restaura a memória afetada pela doença.

cerebro alzheimer memoria 1216 1400x800
Dante1969/shutterstock

Antes a irisina era associada apenas à queima de gordura, mas um grupo de pesquisadores da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) descobriu que ela é importante no cérebro para que os neurônios possam se comunicar e formar memórias.

Exercícios na prevenção ao Alzheimer

exercicio bicicleta ergometrica 1118 1400x800
Zodiacphoto/shutterstock

Ainda não se sabe qual é a dose certa de exercícios para que a prevenção seja certa, mas de todo modo, os pesquisadores apontam que os exercícios são fundamentais para o metabolismo do cérebro e para a prevenção de doenças provenientes do seu desequilíbrio.

Ciência e doenças