Remédio comum, diclofenaco pode causar problemas no coração nestas 3 condições

homem remedio comprimido 1018 1400x800
Pressmaster/Shutterstock

Medicamento analgésico de ação anti-inflamatória, o diclofenaco é bastante popular, eficaz e pode ser facilmente encontrado em qualquer drogaria, com nomes conhecidos como Cataflam, Voltaren, Flotac, entre outros.

O remédio é seguro e monitorado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), mas como qualquer outro tipo de medicamento, também pode apresentar efeitos adversos. No caso do diclofenaco, seu uso pode causar problemas no coração, mas apenas em algumas condições específicas.

Diclofenaco pode fazer mal para o coração?

mulher tomando remedio capsula 1018 1400x800
Africa Studio / Shutterstock

De acordo com a plataforma DROPS, do Instituto Brasileiro de Toxicologia, que checa o grau de veracidade de notícias sobre saúde, a própria bula do diclofenaco apresenta informações sobre os efeitos cardiovasculares com o uso do medicamento em três casos:

1. Uso prolongado e em doses elevadas do diclofenaco pode aumentar o risco de eventos cardiovasculares graves, incluindo infarto do miocárdio e acidente vascular cerebral (AVC).

2. O diclofenaco ainda não é recomendado para pessoas que já apresentam alguma doença cardiovascular, como insuficiência cardíaca congestiva, doença cardíaca isquêmica ou doença arterial periférica.

3. Pessoas que sofrem de hipertensão não controlada também devem tomar cuidado com o medicamento e apenas fazer uso do anti-inflamatório com orientação médica.

homem toma remedio 1217 1400x800
Africa Studio/Shutterstock

Um estudo realizado na Dinamarca analisou 252 pesquisas para obter dados sobre mais de 6 milhões de pessoas com idades entre 46 e 56 anos, durante 20 anos (período entre 1996 e 2016), e descobriu que até 30 dias após o consumo de diclofenaco, o índice de problemas cardiovasculares, como arritmia, AVC, insuficiência cardíaca e ataque cardíaco, foi muito maior em comparação com outros remédios anti-inflamatórios.

Cuidados ao tomar remédio