Vídeo de barriga de Pugliesi muito maior do que o normal assusta: o que aconteceu?

View this post on Instagram

🤷‍♀️

A post shared by Gabriela Pugliesi (@gabrielapugliesi) on

Acostumada a expor uma barriga sequinha no Instagram, a influencer Gabriela Pugliesi recentemente usou a ferramente Stories para mostrar que nem sempre seu corpo é como as pessoas costumam ver nas redes sociais.

“Olha o que acontece com a minha barriga quando eu como coisa que eu não posso, gente. Não é zoeira, eu não tô forçando, ela tá assim”, diz Pugliesi, mostrando a barriga inchada em comparação com a forma física original da blogueira fitness.

View this post on Instagram

Bom dia 💙 @valisere

A post shared by Gabriela Pugliesi (@gabrielapugliesi) on

Por que a barriga de Pugliesi inchou tanto?

Além do inchaço aparente, a influencer também conta que está com bastante desconforto e dor, especialmente ao respirar. Isso porque, conforme explica, ela é portadora da chamada síndrome do intestino irritável.

Content temporarily unavailable: https://www.instagram.com/p/BoR3E_sn0HS/

Essa síndrome, por sua vez, consiste em um conjunto de sintomas como alterações nos movimentos do intestino, dor abdominal, inchaço, gases, cólicas e alternância entre prisão de ventre e diarreia.

Como tais sintomas podem estar relacionados a diversos outros problemas de saúde, o diagnóstico desta síndrome crônica pode ser complicado, mas, uma vez feito, o tratamento é, em grande parte, uma reeducação alimentar, já que não há medicamentos específicos para ela, nem cura.

View this post on Instagram

🌈Ha cores em tudo que eu vejo ✨

A post shared by Gabriela Pugliesi (@gabrielapugliesi) on

Fatores e alimentos que agravam a síndrome

Como a síndrome do intestino irritável não é gerada por lesões no trato intestinal ou outros problemas do gênero, muito se estuda sobre a relação que a doença tem com fatores emocionais.

De acordo com um artigo do Departamento de Psiquiatria da Unifesp, é comum que portadores desta síndrome sofram de problemas psicológicos e que percebam a atividade intestinal alterada após episódios de ansiedade e estresse.

View this post on Instagram

Servidos? 😛 #Tripcarmel

A post shared by Gabriela Pugliesi (@gabrielapugliesi) on

Nos vídeos, Pugliesi afirma estar, sim, enfrentando situações estressantes no dia a dia, e acrescenta que, por isso, acabou descontando seus sentimentos na comida – fator que pode contribuir para essas mudanças no trato intestinal.

“Não é que eu comi besteira, não, às vezes é coisa que a gente nem percebe. Para mim, couve, muitos grãos, aspargos, brócolis, cebola, alho... Essa misturada [faz mal]. Eu fiz uma misturada hoje”, explica.

Content temporarily unavailable: https://www.instagram.com/p/BoR3QcHntq6/

Conforme demonstram pesquisas sobre a doença, os alimentos citados pela blogueira fitness realmente estão na lista dos que devem ser evitados pelos portadores da síndrome, junto de alcachofra, pistache, beterraba, milho, diversos tipos de massa, entre outros.

Para amenizar as crises, o certo é substituir esses alimentos por cenoura, feijão verde, berinjela, alimentos livres de glúten, tofu e proteínas como carne, peixe e frango. O mais indicado, porém, é consultar um especialista que possa passar uma dieta adequada.

Content temporarily unavailable: https://www.instagram.com/p/BoR3gCknENv/

Sintomas e dietas para síndrome do intestino irritável