Dor de cabeça persistente: quando ela se torna grave e indica ida ao médico?

enxaqueca dor cabeca 0918 1400x800
Yuri Shevtsov/shutterstock

Dores de cabeça são comuns e resultados de diversos fatores, como alimentação, estresse, falta de sono, entre outros. A condição, no entanto, merece atenção especial e consultas médicas se são persistentes e frequentes demais.

Quando a dor de cabeça indica algo grave

dor cabeca enxaqueca 0517 1400x800
MarsBars/istock

De acordo com informações da Mayo Clinic, uma dor de cabeça é considerada grave e crônica quando aparecem 15 dias ou mais por mês, durante mais de três meses. Conheça sintomas que indicam que o problema deve ser investigado e levado ao médico:

  • Duas ou mais dores de cabeça por semana
  • Você toma analgésico na maioria dos dias
  • O padrão de dor muda ou os incômodos pioram
  • Piora apesar do repouso e da medicação
  • A dor de cabeça é acompanhada por febre, torcicolo, confusão mental, convulsão, visão dupla, fraqueza, dormência ou dificuldade de falar

Causas de dores de cabeça persistentes

dor cabeca enxaqueca 0816 1400x800
necla bayraktar/shutterstock

As dores de cabeça diárias e crônicas podem ter causas variáveis, algumas delas graves, como:

  • Inflamação dos vasos sanguíneos do cérebro
  • Acidente vascular cerebral (AVC)
  • Meningite
  • Traumatismo craniano
  • Uso excessivo de medicação
  • Tumor cerebral

Fatores de risco de dor de cabeça constante

dor de cabeca enxaqueca 0818 1400x800
puhhha / ShutterStock

Fatores associados ao desenvolvimento de dores de cabeça frequentes incluem:

  • Sexo feminino
  • Ansiedade
  • Depressão
  • Distúrbios do sono
  • Obesidade
  • Ronco
  • Consumo excessivo de cafeína

Como prevenir dores de cabeça frequentes

dor cabeca anatomia cerebro 0718 1400x800
MDGRPHCS / Shutterstock

Evite gatilhos que são conhecidos como desencadeador do desconforto, como o consumo de determinados alimentos (que podem variar de pessoa para pessoa), pular refeições e passar muito tempo sem comer, ingerir comidas e bebidas ricas em cafeína, além de poucas horas de sono, sedentarismo e situações de estresse.

Dor de cabeça: causas e tratamentos