Mulher descobre câncer nos 2 pulmões após postar foto das unhas na internet: entenda

cancer pulmao 1400x800
decade3d - anatomy online/Shutterstock

Uma mulher do Reino Unido descobriu seu quadro de câncer no pulmão de uma maneira um tanto inusitada.

A partir de uma foto de suas unhas compartilhada no Facebook, Jean Williams Taylor começou uma investigação sobre sua saúde e o diagnóstico estava totalmente relacionado aos pulmões da britânica.

Câncer de pulmão: unhas fizeram mulher descobrir

unhas tipos formatos 0818 1400x800
A7880S / Shutterstock

Em relato à página do jornal "Wigan Today", no Facebook, Jean conta que decidiu compartilhar uma foto de suas unhas no perfil que mantém na rede social com a intenção de que alguém pudesse lhe ajudar a descobrir o porquê de elas apresentarem deformidades.

Segundo Jean, todas as unhas tornaram-se curvas, sendo a do dedo indicador a mais proeminente.

A mulher conta também que percebeu tal característica agora porque as unhas nunca estiveram tão compridas como apresentam-se atualmente.

Após divulgar uma imagem que destacava o formato curvilíneo bem acentuado das unhas, a britânica foi aconselhada a procurar um médico imediatamente.

Jean seguiu o conselho dado por internautas, procurou um especialista para investigar o quadro e, no espaço de duas semanas, realizou exames de sangue e imagem. A conclusão do processo foi o diagnóstico de câncer nos dois pulmões.

Unhas curvadas para baixo significa problema no pulmão?

Receitas para unhas fortes e bonitas2
franz pfluegl - RF - Thinkstock

Segundo Denise Leite, oncologista do Centro de Oncologia do Hospital 9 de Julho, o tipo de sintoma que Jean teve nas unhas não é comum, mas, quando ocorre, é bastante sugestivo de alguma doença pulmonar - incluindo o câncer de pulmão.

“Geralmente, os tumores malignos não provocam alterações diretas em nossas unhas. Porém, em decorrência da doença, pode ser que o paciente fique desnutrido e, por conta disso, encontre alterações de pele ou unhas, mas que não podem ser consideradas isoladamente como suspeita de diagnóstico de câncer”, diz Denise Leite, oncologista do Centro de Oncologia do Hospital 9 de Julho.

rx de pulmao 1016 1400x800
Guzel Studio/shutterstock

Ainda de acordo com a especialista, o que pode ocorrer com pessoas com cânceres como o de Jean é uma alteração dos tecidos moles das extremidades dos dedos - não especificamente das unhas.

“Chamamos de ‘baqueteamento digital’, uma deformidade que leva a alterações no formato das unhas como consequência. Não se sabe por que exatamente esta alteração ocorre, mas se relaciona a estados em que há baixa oxigenação no sangue - o que geralmente ocorre em pacientes portadores de doenças pulmonares”, diz Denise.

Unhas amareladas

unha amarela 0917 1400x800
whitemay/istock

Além do baqueamento digital, alteração nos tecidos moles das extremidades dos dedos também podem contribuir para o desencadeamento de outra condição: a síndrome das unhas amarelas, situação em que as unhas se tornam mais espessas do que o normal e apresentam uma coloração amarelada.

“Acredita-se que a síndrome seja consequência de hipo-oxigenação sanguínea devido ao comprometimento da respiração”, explica a oncologista.

Mudanças nas unhas indicam outras doenças

glandula tireoide homem 0117 1400x800
Nerthuz/shutterstock

Em geral, qualquer doença crônica que leve a alterações de nutrição e do metabolismo da pessoa podem apresentar mudanças diversas das unhas, que vão desde afilamento e maior fragilidade ao surgimento de linhas mais esbranquiçadas a espessamentos difusos com alterações de cor e formato.

Entre elas, destacam-se a cirrose, a insuficiência renal, doenças gastrointestinais inflamatórias e o hiper e hipotireoidismo. “No caso do hipertireoidismo, pode haver descolamento das porções mais extremas das unhas”, comenta Denise.

rins 1400x800 0117 2
Magic mine/shutterstock

Recomendações

É importante ressaltar que alterações nas unhas são muito inespecíficas e podem representar desde nenhum problema de saúde até doenças mais graves, por isso devem ser interpretadas com cautela e no contexto de cada paciente, lembra a especialista.

Por isso, o ideal é sempre buscar, inicialmente, um dermatologista para entender o que pode ter acontecido com a unha e, caso não tenha uma resposta definitiva, buscar novos especialistas.

4 preguntas que deberias hacerle a tu medico en la proxima visita 0
monkeybusinessimages via iStock

“Micoses de unhas são bastante comuns e apresentam sinais muito semelhantes a alterações que podem representar situações mais sérias, daí a importância de verificar o estado de saúde como um todo antes de chegar a uma conclusão apenas pela aparência das unhas”, alerta Denise.

Câncer: sintomas