mulher

Problema de coluna leva Péricles à mesa de cirurgia e é conhecido por causar dor intensa

O cantor Péricles precisou passar por uma cirurgia na coluna no Hospital Sírio Libanês, na segunda-feira, dia 20 de agosto. Em vídeo compartilhado no Twitter do artista, o próprio sambista conta ter passado pelo procedimento para reparar uma hérnia de disco lombar.

"Vou fazer uma cirurgia rapidinha de hérnia que eu devia ter feito há muito tempo na lombar", disse o cantor.

Ainda nas redes sociais, a equipe de Péricles conta que o artista passa bem e que já está no quarto. Ele deve receber alta ainda nesta terça-feira, 21 de agosto, e sua licença-médica, período que deve se dedicar à recuperação da cirurgia, será de duas semanas.

Após o afastamento, Péricles estará liberado para retornar às atividades e cumprir a agenda de shows.

Além de Péricles, quem também sofreu com hérnia de disco recentemente foi o jornalista Dony De Nuccio, apresentador do "Jornal Hoje" e a cantora Anitta.

Hérnia de disco

A hérnia de disco é uma discopatia, termo usado para definir as diferentes doenças degenerativas relacionadas ao disco invertebral – unidade cartilaginosa localizada entre as vértebras da coluna.

“O disco invertebral é o sistema de amortecimento da coluna vertebral. Em uma analogia, ele funciona como chiclete 'Bubbaloo'. A hérnia de disco é a geleia desse chiclete que vazou. O conteúdo vaza para as regiões adjacentes e comprime as estruturas nervosas”, diz André Evaristo, especialista em cirurgia de coluna, membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia da Coluna.

hernia de disco 1400x800 0117
CLIPAREA l Custom media/shutterstock

Hérnia lombar x hérnia cervical

No caso da hérnia de disco lombar, como a de Péricles, a lesão ocorre em discos localizados entre vértebras lombares - ossos da parte posterior das costas. A diferença entre esse tipo de hérnia e a cervical refere-se às manifestações que as lesões causam no organismo.

“A doença é a mesma. Tudo gerado pela geleia do disco. O problema da hérnia cervical é que existe medula espinhal propriamente dita. A pessoa pode ter não só o sintoma de dor, mas também de ordem neurológica”, explica Evaristo.

A medula espinhal é considerada uma “continuação do cérebro” e está alojada no interior da coluna vertebral. Acontece que esse prolongamento do sistema nervoso não chega até os ossos da parte lombar da coluna e, por isso, em casos de lesões nessa região, os sintomas apresentados não são relacionados a fatores neurológicos.

coluna lombar osso 1400x800
sunlight19/Shutterstock

Sintomas da hérnia

A dor intensa é a principal característica da hérnia de disco. Na hérnia lombar, o incômodo ocorre na parte posterior da coluna e pode irradiar para áreas adjacentes. “Pode haver também perda da força motora dos membros inferiores e afetar os nervos próximos”, diz Evaristo.

Assim, não é raro pacientes se queixarem de dores causadas por hérnia e associarem-na com o nervo ciático. Porém, no caso da discopatia, o problema está no disco e não no nervo em si, como uma inflamação.

No caso de hérnias ligadas a vértebras da parte cervical, ainda podem acarretar em formigamentos, tremores, perda de equilíbrio, perda da força motora e, em casos graves, perda total de mobilidade.

dor coluna 1400x800
TB studio/Shutterstock

Hérnia lombar: causas

Como qualquer tipo de hérnia de disco, a hérnia lombar acontece a partir da associação de diferentes fatores da vida do indivíduo. Má postura, sobrepeso, tabagismo, envelhecimento e predisposição genética contribuem ao aparecimento da condição.

“Há estudos que verificam, em populações acima de 60 anos, alterações do disco em 80% dos indivíduos (...) E não é uma genética do tipo: 'Se meu pai teve, eu sou obrigado a ter'. São milhares de genes do meu pai e da minha mãe que me levam a uma predisposição”, afirma o ortopedista.

Microtraumas recorrentes na coluna também podem acarretar no desgaste do disco invertebral que, com o passar do tempo, pode levar a sua explosão.

No caso de Péricles, sua assessoria confirmou que o cantor desenvolveu a hérnia a partir de uma acidente que sofreu com um ônibus que o transportava na época em que trabalhava com o grupo Exaltasamba. “Pode acontecer, mas é mais raro”, esclarece o médico.

Tratamento

yoga
Shutterstock

O tipo de tratamento indicado para a hérnia depende de cada caso, a partir da avaliação de um médico especialista em cirurgia da coluna.

“Depende do grau da doença, da degeneração do disco, do perfil e biotipo, atividade profissional da pessoa, expectativa do paciente para o tratamento, entre outros fatores. Existem duas especialidades que podem atender, que é o ortopedista e o neurologista. Mas ambos precisam passar por um treinamento para ser cirurgia de coluna”, conta Evaristo.

O ortopedista diz que o procedimento padrão é iniciar o tratamento chamado “conservador” antes de partir para a cirurgia.

“Tenta-se um tratamento com fisioterapia, alongamento, pilates, fortalecimento muscular, medicamento, injeção de corticoide, infiltração na coluna para ver se o organismo consegue reagir. Se não tiver uma melhora, a indicação é tratamento de cirurgia”, explica.

cirurgia laqueadura 0518 1400x800
StockKK/Shutterstock

A cirurgia para a hérnia pode ser simples, feita com o uso de aparelhos a partir de incisões de 2 a 3 mm, como também ser mais invasiva, com aplicação de pinos ou prósteses de discos, segundo o médico.

O especialista ainda lembra que há casos em que o paciente precisa ser submetido a cirurgias de urgência para o tratamento da hérnia. "Isso ocorre quando há perda de sensibilidade, deficiência neurológica, dificuldade de mobilidade ou quando há uma dor que não consegue ser controlada com medicamento".

O ortopedista ainda lembra que o acompanhamento com um especialista ainda é crucial não só para a cura da condição, mas principalmente para a melhoria do bem-estar do paciente. "Hérnias são extremamente doloridas e afetam totalmente a qualidade de vida da pessoa”, ressalta o médico.

Problemas na coluna