mulher

Sutiã faz mal à saúde? Entenda os possíveis malefícios do acessório e saiba evitá-los

sutia seios mulher 0218 1400x800
ShutterDivision/Shutterstock

Peça presente no guarda-roupa de praticamente todas as mulheres, o sutiã garante sustentação, conforto e pode até mesmo melhorar o caimento de blusas e vestidos. O uso do acessório em si não prejudica a saúde, mas alguns erros e descuidos podem sim resultar em prejuízos ao corpo.

Sutiã: erro no uso pode fazer mal à saúde

Usar o mesmo sutiã muitas vezes seguidas, sem lavar a peça, pode prejudicar a saúde por causa do acúmulo de bactérias. Isso porque o acessório entra em contato direto com os seios e as axilas, lugares quentes do corpo. O ideal é trocar a peça a cada dois dias de uso.

sutia mulher costas 0418 1400x800
Roman Samborskyi/Shutterstock

Manter no guarda-roupa um sutiã velho e desgastado tampouco é indicado. Especialistas recomendam que a peça seja descartada após longos períodos de uso para que a sustentação dos seios não seja comprometida.

Mulheres que usam sutiã apertado demais podem sofrer de problemas de postura, já que a peça pode comprimir a coluna e fazer com você curve-se para frente, em uma tentativa inconsciente de aliviar a dor. Em alguns casos, pode até prejudicar a circulação.

armacao sutia apertado 0817 1400x800
John Sommer/istock

O uso de um sutiã muito apertado também causa limitação dos movimentos que, a longo prazo, muda a biomecânica da coluna. A dificuldade em realizar movimentos simples atrapalha a respiração e pode provocar cansaço e dores no estômago.

Apesar de não fazer mal à saúde, dormir de sutiã tampouco evita a flacidez dos seios, ao contrário do que muita gente acredita. O importante, no entanto, é que a peça seja confortável, feita de algodão, ser armações, costuras grossas ou bojos que possam atrapalhar o descanso.

Como escolher o sutiã ideal