mulher

Pílula do dia seguinte de dose única ou dupla tem diferença? Qual é mais eficaz?

pilula do dia seguinte dupla 0417 1400x800
peeraporn kwanprom/Shutterstock

Segura e eficiente para evitar uma gravidez indesejada após falha no método contraceptivo de rotina, a pílula do dia seguinte deve ser administrada apenas em situações emergenciais e com cautela, pois seu incorreto ou desnecessário pode criar uma verdadeira bagunça no organismo.

A pílula do dia seguinte pode ser tomada em até 72h após o ato sexual. Se ingerida em até 24 horas, há 90% a 95% de chance de evitar gravidez. Contudo, quanto mais tarde for ingerida, maiores são as chances de falha.

Pílula do dia seguinte: diferença entre dose única e dupla

A pílula do dia seguinte pode ser encontrada em dose única ou dupla, com dosagens diferentes de hormônios. O medicamento de dose única possui 1,5 mg, enquanto que a dupla possui 0,75 mg em cada comprimido, que devem ser tomados com intervalo de 12 horas.

pilula do dia seguinte 0417 1400x800
areeya_ann/iStock

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, não há diferença de eficácia entre os dois métodos. Uma das vantagens de se usar a pílula do dia seguinte em dose única é a facilidade de administração e o menor risco de esquecimento, porém, ela pode aumentar o risco de efeitos colaterais indesejados, como dores de cabeça, náuseas e irregularidades na menstruação.

É importante ressaltar que usar frequentemente também é ruim e ilógico. A pílula do dia seguinte é uma bomba hormonal que faz mal à saúde e desregula o ciclo. Além disso, a chance de falha é maior do que a de outros tipos de pílula tradicionais.

Dúvidas sobre pílula do dia seguinte