mulher

A depressão invisível da qual ninguém fala: contamos os sintomas e como buscar ajudar

tristeza ilustracion
LaVika vía Shutterstock

A depressão pode ter tantas formas quanto o número de pessoas no mundo. Quando pensamos sobre esta doença, muitas vezes imaginamos alguém chorando na cama. Embora isso possa ser o quadro para alguns, não é o que acontece com pessoas com depressão funcional. Elas vão trabalhar, estudam, cumprem suas responsabilidades. Se você olhar para elas do lado de fora, parecem ter tudo em ordem, mas o que acontece lá dentro é outra história.

O que é depressão funcional?

A depressão funcional aparece quando a pessoa continua com suas atividades diárias de forma normal e exibe uma aparência externa de bem-estar, apesar de apresentar sintomas depressivos. Embora não seja uma doença diferente da depressão, o termo começa a ser usado para descrever um tipo de comportamento geralmente associado a indivíduos perfeccionistas.

Depressão funcional e distimia (depressão branda)

depresion mujer ilustracion 1
Isaeva Anna vía Shutterstock

Muitos que entram nessa classificação sofrem de distimia ou transtorno depressivo persistente. Nesse caso, os sintomas são menos intensos que na depressão, porém mais duradouros. Entre seus sintomas estão a fadiga e a falta de energia. Começa gradualmente, torna-se muitas vezes imperceptível e piora com o tempo.

Sintomas de depressão funcional

Embora variem de pessoa para pessoa, os sintomas de depressão funcional podem incluir fadiga, falta de energia, dificuldade para dormir, distúrbios alimentares, dificuldade em desfrutar de atividades que você gostava, piora na concentração, baixa autoestima, desesperança ou pessimismo. Algumas pessoas também podem ter uma atitude irônica em relação à vida.

terapia psicologica ilustracion
Inspiring vía Shutterstock

A aparente "leveza" dos sintomas pode fazer com que o paciente sequer procure ajuda, o que pode ser bastante perigoso. Se você acha que alguém que conhece não está se sentindo bem e quer ajudá-lo, a recomendação é fazer com que a pessoa perceba que algo não vai bem, conversando e até mesmo indicando um terapeuta para iniciar um tratamento.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, a depressão é a principal causa de incapacidade nos dias de hoje. No entanto, é uma doença que tem tratamento. Terapias que combinam medicação com sessões com psicólogos são as mais comuns, embora existam muitas outras opções disponíveis, como grupos de apoio, mudanças no estilo de vida ou tratamentos alternativos. O importante é que você procure ajuda e tenha em mente que não está sozinho. Ou seja, procure ajuda de profissionais da área da saúde e converse com amigos e familiares sobre a questão!

Depressão e ansiedade

Matéria traduzida do original de VIX espanhol, do autor Luciana Martinez.