mulher

Após uso de remédio psiquiátrico, Fátima teve efeito rebote e crise grave de ansiedade

A jornalista Fátima Bernardes revelou que sofreu com ansiedade e pânico após o nascimento de seus filhos trigêmeos. Em entrevista ao "Estúdio CBN", ela lembrou um episódio de medo intenso que fora causado por um medicamento e contou o que fez para superar o problema.

Fátima Bernardes teve pânico de avião

Fátima contou que após o nascimento de seus filhos trigêmeos, em 1997, desenvolveu um medo intenso de morrer. "Era assim: 'Meu Deus, eu tive três filhos ao mesmo tempo e eu tenho que ficar viva'".

A apresentadora explica que o medo era fruto da insegurança por ter sido mãe de trigêmeos e dúvidas se daria conta ou não, mas devido à rotina interminável do dia a dia, acabou canalizando tudo em um profundo medo de voar de avião.

Crise de ansiedade por efeito rebote

Fátima explica que a primeira manifestação de pânico surgiu nas vésperas do aniversário de dois anos de seus filhos, quando teve de voltar de uma viagem a Nova York.

Ela tomou um tranquilizante para dormir no avião, mas o remédio teve efeito rebote e "acelerou seu corpo", gerando uma crise de ansiedade séria a ponto de causar taquicardia e suor nas mãos.

"Depois, eu esqueci, mas fiquei dois anos e quatro meses sem voar", desabafou.

O problema só foi reconhecido quando a apresentadora notou que estava inventando desculpas para não entrar em um avião, tais como "não vou para longe porque, com três crianças, tenho de levar carrinho", e optando por viajar apenas para locais próximos.

Após identificar o problema, Fátima resolveu tratá-lo em terapia com psicólogo. "Desde então, melhorou muito. Eu acho que eu passo por altos e baixos, às vezes estou bem e paro a terapia, às vezes fico mal e retomo", contou ela, que brinca que as aeromoças tentam acalmá-la.

Como é uma crise de ansiedade?

roer as unhas ansiedade 1016 1400x800
Arman Zhenikeyev/Shutterstock

Além das manifestações comentadas por Fátima, taquicardia e sudorese, a crise de ansiedade pode causar outros sintomas.

No caso dos psíquicos, estão preocupação exagerada, medo, inquietude, nervosismo, dificuldade de concentração e descontrole dos pensamentos.

O ansioso também pode ter sintomas físicos, como dor no peito, cansaço, palpitação, tontura, falta de ar, diarreia, dor nas costas, tensão muscular e insônia.

Felizmente, o quadro pode ser tratado por meio do tratamento adequado, que inclui uso de medicamentos ansiolíticos ou antidepressivos e psicoterapia.

Efeito rebote do remédio: o que é?

mulher tomando remedio 0218 1400x800
fizkes/Shutterstock

Segundo a médica psicanalista Soraya Hissa, efeito rebote ocorre quando um medicamento que tem como objetivo tratar o paciente acaba por exacerbar seus sintomas, o que é comum pela interrupção abrupta do remédio ou diminuição da dosagem.

Outra possibilidade é que o paciente sinta um efeito colateral devido a uma hipersensibilidade ou falta de costume em tomar o medicamento em questão.

Transtornos da mente