mulher

Atleta descobriu doença gravíssima após ter dor muscular forte e inchaço pós-treino

A paratleta Amy Purdy viveu momentos de terror enquanto se preparava para os Jogos Paralímpicos de Inverno de 2018. Durante uma fase mais intensa de treinos, ainda em 2016, ela decidiu fazer exercícios mais pesados para começar sua preparação e tentar uma vaga na competição. No entanto, seu corpo acabou não conseguindo assimilar a carga da atividade e teve seus músculos seriamente lesionados.

Rabdomiólise: o que é doença grave que acometeu atleta?

Após exercícios bastante localizados nos braços, a atleta acordou com fortes dores e inchaço nos membros. Sua preocupação a levou para o hospital, como ela explicou em entrevista ao site da revista norte-americana Women’s Health.

Após análises dos especialistas, foi dado o diagnóstico: rabdomiólise nos braços, doença que afeta as fibras musculares e acaba por sobrecarregar os rins do paciente.

View this post on Instagram

Hey Friends! I'd like to fill you in on the last few days of my life. I am going on day 4 in the hospital after developing a very serious condition called Rhabdomyolysis. You should google it and read about it, its crazy. It basically can occur when you overwork a muscle group and the muscle begins to breakdown into your blood stream. It can severely damage kidneys pretty quickly and as most of you know I have a kidney transplant which was a big concern. I have been training as I prepare for the snowboard season and 1 day last week I pushed myself too hard. It seemed to happen so innocently, I did a series of Pull-ups and simply pushed too hard to complete the set. My muscles were a bit sore for a day, nothing bad but then I noticed a bit of swelling in my arm and having a friend in the hospital with this condition last year, I rushed to the ER where they confirmed I had it too. It's been a very intense week hooked up to machines supporting my kidney through this process. It's so crazy to be so healthy and to think you are doing good for your body, then to suddenly have a life threatening condition occur. As scary and serious as this has been, I have been very blessed that my Kidney has stayed strong. I'm also lucky I came in when I did, had I of waited a few more hours before going to the ER my situation could have easily been critical. That being said, my numbers are moving in the right direction, it's just going to take some time to recover. I wanted to share this with all of you because for 1, I believe social media should give insight into our lives, and life doesn't always have a pretty filter. Also, I want to inform you about this disorder that can happen to anyone. You have to listen to your body.. when it is telling you to stop.. Stop! My Dr said "we all have a breaking point, and you found yours " . I will share regular updates through my recovery. Thanks for the love and support friends. :)❤️️🙏✨

A post shared by AMY PURDY (@amypurdygurl) on

A situação ainda era mais grave pelo fato de Amy ter perdido as pernas e passado por um transplante de rim aos 19 anos, devido a uma meningite bacteriana.

Sua musculatura ficou ainda mais enfraquecida após inflamações, mas isso não foi motivo para desistir. Após muita fisioterapia, a atleta passou a conseguir levantar mais peso e conquistou uma vaga para os Jogos de Inverno, levando uma medalha de prata e uma de bronze para casa.

Entenda a rabdomiólise

Apesar de rara, a doença é bastante perigosa. Após causar lesões nas fibras musculares, essas "partes" do músculo migram para a circulação sanguínea, gerando a mioglobina, que é levada aos rins.

Filtrada no rim, a substância acaba sobrecarregando o órgão. Isso pode provocar insuficiência renal aguda e, em casos mais sérios, até a morte.

rins 0418 1400x800
crystal light/Shutterstock

Sintomas da doença

Assim como a paratleta, é comum sentir fortes dores musculares e inchaço na região afetada pela doença. Conheça os principais sinais:

  • Dores e fadiga muscular
  • Náuseas
  • Febre
  • Urina com coloração escura
  • Falta de ar
  • Inchaço

Para prevenir a doença, evite exercícios que vão além dos limites do seu corpo. Lembre-se que o trabalho muscular requer respeito e paciência. Além disso, não deixe de se hidratar e usar roupas adequadas para a atividade física.

Rabdomiólise: mais sobre a doença