mulher

Se você toma pílula e tem ao menos 1 desses 2 hábitos, risco de trombose é ainda maior

trombose pernas vermelhidao 1016 1400x800
Hriana/Shutterstock

A trombose venosa é a formação de um coágulo em grandes veias que, ao bloquear o fluxo sanguíneo, provoca na região inchaço, dores, vermelhidão e sensação de queimação.

Difícil de ser diagnosticada, a doença pode ter seus riscos aumentados entre mulheres que fazem uso de pílula anticoncepcional e possuem pelo menos 1 de 2 hábitos comuns que prejudicam a saúde como um todo: o tabagismo e o sedentarismo.

Cigarro e sedentarismo elevam riscos de trombose

apagando cigarro cinzeiro 1216 1400x800
Normana Karia/Shutterstock

Mulheres que tomam pílula anticoncepcional e são fumantes apresentam maiores riscos de desenvolver problemas vasculares e ter trombose. A associação entre o remédio e o cigarro é bastante perigosa e gera um significativo aumento de chances de derrame cerebral e infarto.

Além do tabagismo, o sedentarismo, especialmente aliado ao uso da pílula, também favorece quadro de trombose.

Isso porque deixar de se movimentar e praticar exercícios compromete a circulação. Até mesmo breves caminhadas são capazes de minimizar os riscos da doença por estimular a circulação.

Quando o paciente recebe o diagnóstico de trombose, é comum que o médico recomende uso de medicamentos diluidores do sangue, tratamento com inserção de filtros na maior veia do abdômen para impedir deslocamento dos coágulos para órgãos vitais e utilizar meias de compressão para aliviar dores e inchaços provocados pela condição.

Causas e sintomas de trombose