mulher

Infarto, apendicite e mais 5 doenças que são confundidas com gases; como diferenciar?

gases dor abdominal 0817 1400x800
nhungboon/Shutterstock

Algumas doenças podem ser confundidas com gases por apresentarem sintomas semelhantes à condição caracterizada pelo acumulo de ar no sistema digestivo. Diferenciá-las é importante para evitar o avanço de condições nocivas à saúde; entenda:

Doenças que podem ser confundidas com gases

Em 2016, uma menina morreu após ser diagnosticada com gases, embora estivesse sofrendo de edema pulmonar e problemas renais.

O gastroenterologista Guilherme Andrade, do Hospital 9 de Julho, afirma que não é difícil encontrar doenças que se parecemcom gases. As principais são:

Apendicite aguda

pancreatite aguda 0817 1400x800
decade3d - anatomy online/Shutterstock

É a inflamação do apêndice, um tubo que integra a primeira parte do intestino grosso. Assim como os gases, seu principal sintoma é a dor abdominal. Ainda pode haver enjoo, vômito, febre e falta de apetite.

Pancreatite aguda

Doença caracterizada pela inflamação repentina do pâncreas, geralmente resulta em dor na região superior do abdômen, que piora com o passar do tempo.

Outros sintomas incluem: enjoo, vômito, inchaço abdominal, icterícia (amarelamento da pele ou dos olhos) e indigestão.

Cálculos na vesícula

Se não tratada, a pedra na vesícula é grave e pode levar à inflamação do órgão, câncer e pancreatite. Seus sintomas incluem dor abdominal, dificuldade de digestão, náuseas e, em alguns casos, diarreia.

Doença diverticular

Também chamada de diverticulose, essa condição é causada por bolsas salientes que se desenvolvem no intestino grosso. 

Quando as protuberâncias estão inflamadas, o quadro é chamado de diverticulite e pode haver febre, dor abdominal e alteração do hábito intestinal.

Infarto

mulher dor coracao 0817 1400x800
Theerapol Pongkangsananan/Shutterstock

Gases podem ser confundidos com infarto pois, em alguns casos, a válvula que fica entre o esôfago e o estômago é distendida pelos gases, o que gera um aperto no peito semelhante ao ataque cardíaco.

Intolerância à lactose

Entre os sinais de intolerância à lactose - acometimento desencadeado por sensibilidade a leite e derivados - há dor de barriga, arroto, diarreia, inchaço, indigestão e gases.

Úlcera gástrica

Essa ferida se desenvolve no esôfago, estômago ou intestino delgado, gerando dor abdominal superior, azia e indigestão.

Como é a dor de gases?

Geralmente, os gases geram dor na boca do estômago ou na parte inferior do abdômen, especialmente após 30 a 60 minutos depois de comer.

A dor melhora após a liberação dos gases (seja pela flatulência ou pelo arroto) ou a evacuação.

Como diferenciar?

Outros sintomas

termometro mercurio proibido 0317 1400x800
svengine/istock

Gases não geram sintomas como febre, sangramento, vômito, ânsia e falta de ar. Estes são sinais de alerta de que o incômodo pode se tratar de algo mais grave.

Refeição anterior

A distensão pelos gases pode estar relacionada a bebidas gaseificadas, cerveja, café, refeições condimentadas ou gordurosas, leite e derivados, leguminosas, brócolis, cebola, couve-flor, frutas secas, entre outros.

Assim, vale relembrar o que você comeu antes de o desconforto surgir para avaliar sua origem.

Inchaço ou estufamento?

barriga inchada inchaco 1016 1400x800
Littlekidmoment/Shutterstock

Os gases causam apenas estufamento na barriga, mas não inchaço. Assim, o exame clínico avalia as diferenças entre esses dois aspectos.

Avaliação médica

Se o desconforto for excessivo, causar constrangimento ou for acompanhado por outros sinais de alerta, é hora de procurar um médico.

O gastroenterologista Guilherme Andrade explica que exames simples já conseguem avaliar a saúde digestiva e investigar as causas do ocorrido, como exame de sangue e ultrassonografia.

Caso o profissional ou serviço de saúde não indiquem tais análises e você suspeite de algo grave, busque outro atendimento.

O que causa gases?