mulher

Pelos encravados que aparecem com frequência podem indicar de doença de pele

pelo encravado inflamado 1216 1400x800
FCG/Now Design/Shutterstock

Todo mundo já sofreu o incômodo de ter algum pelo encravado. O problema é que quando eles surgem com mais frequência e em grande quantidade, podem ser sinal de uma doença de pele que costuma ser um inconveniente estético representa um risco para a saúde.

Foliculite: inflamação frequente dos folículos

A foliculite se caracteriza pela inflamação de um ou mais folículos pilosos, estruturas que produzem os pelos. Ela pode acometer homens, sendo bastante comum nos pelos da barba, e mulheres, aparecendo principalmente nas pernas e na virilha.

pelo encravado beleza 072017 1400x1040
juliawhite/Shutterstock

São vários os motivos que podem causar a foliculite, mas quase todos eles estão relacionados ao tipo de pelo. Normalmente, indivíduos com pelos crespos e de pele mais grossa têm mais tendência para desenvolver a inflamação, pois eles não conseguem romper a derme e acabam se curvando e crescendo para dentro.

Mas, hábitos também podem estimular o aparecimento do problema. A foliculite pode ser provocada pela simples fricção contra a roupa ou após o barbear. Na maioria dos casos, os folículos pilosos são infectados com bactérias e infeccionam. Os sintomas mais comuns incluem erupção cutânea, coceira e secreção nos orifícios de crescimento dos pelos.

foliculite pele vermelha 1116 1400x800
AleksandarGeorgiev/istock

Como identificar, prevenir e tratar a foliculite?

Só o médico dermatologista pode diagnosticar essa condição através de um exame da pele. Os testes laboratoriais podem, por exemplo, identificar se a causa da contaminação é por bactéria ou fungo.

Tratamento

As compressas quentes e úmidas podem ajudar a drenar os folículos afetados. Após a consulta com especialista, o tratamento sob recomendação médica pode incluir antibióticos tópicos ou orais ou medicamentos antifúngicos.

pelo encravado na virilha 0117 1400x800
Vladimir Gjorgiev/Marochkina Anastasiia/Shutterstock

Prevenção

Para evitar que mais folículos pilosos sejam danificados e cheguem à infecção é importante:

  • Reduzir o atrito com as roupas;
  • Evitar a depilação da região afetada. Se barbear for necessário, use um barbeador novo toda vez ou mantenha a navalha ou o aparelho elétrico extremamente limpos;
  • Manter o local de maior reincidência sempre limpo, livre de suor e hidratado com os produtos adequados para seu tipo de pele;
  • Evitar usar roupas apertadas e usadas por muito tempo, que já foram contaminadas com sujeira e suor.

Outros tratamentos para pelos encravados