mulher

"Dor da ovulação" é muito comum em mulheres e quase nenhuma sabe que existe

colica4
Thinkstock

Dores abdominais que aparecem mensalmente, mesmo fora do período menstrual, é uma queixa comum em consultórios ginecológicos. Ela é diagnosticada como “dor da ovulação”, condição que poucas mulheres sabem que existe.

O que é “dor da ovulação”?

colica dor pelvica 0517 1400x800
Sabelskaya/Shutterstock

Segundo o ginecologista e obstetra Élvio Floresti Junior, a dor abdominal inferior acontece no período em que a mulher está ovulando. Ela também é conhecida como “dor do meio”, afeta 1 em cada 5 mulheres e geralmente surge na metade do ciclo menstrual.

A dor pode aparecer antes, durante e até após a ovulação, nem sempre do mesmo lado do abdômen e está relacionada à liberação do líquido do óvulo maduro. Quando o ovário faz a liberação do óvulo, para sua saída, um folículo rompe. É nesse caminho - desde a saída do óvulo, passagem pelas trompas e chegada no útero - que a dor pode existir, explica o médico.

Sintomas da “dor da ovulação”

colica menstrual 0716 630x350
anysh/shutterstock

Entre os sintomas deste incômodo está tanto dores intensas, como cólicas no baixo ventre, como a sensação de peso na região e secreção clara em alguns casos. Os sinais podem durar até 3 dias.

Para identificar se a dor realmente está sendo causada pela ovulação é indicado que a mulher consulte a data da última menstruação e quando o desconforto iniciou. Se as dores apareceram entre 10 e 14 dias depois do primeiro dia do ciclo menstrual significa ela que está no período de ovular.

“Dor da ovulação”: tem tratamento?

tpm colica menstrual 1216 14800
olgayatsenko/shutterstock

Casos mais intensos necessitam de uma investigação detalhada. Para isso, exames de ultrassonografia são recomendados. Mas, não há um tratamento específico para a condição, uma vez que este processo faz parte da rotina do sistema reprodutor feminino.

O uso de analgésicos e bolsa de água quente aliviam o problema. Mas, caso a dor seja intensa, é importante a mulher procure um ginecologista para investigar se o incômodo é apenas dor de ovulação ou sinal de outras doenças, como endometriose, cistos de ovário e gravidez ectópica, que apresentam os sintomas semelhantes.

Fertilidade