mulher

Como ajudar alguém com depressão: 9 dicas de atitudes e frases para aliviar o sofrimento

ajuda depressao 1400x800 0617
rido/shutterstock

“Mãe, minha depressão é metamorfa. Um dia ela é tão pequena quanto um vaga-lume na pata de um urso e no próximo é o urso. E, nestes dias, eu me finjo de morta até que o urso me deixe em paz”, foi assim que a canadense Sabrina Benaim definiu o que é depressão em um evento de poesia em Toronto. 

O poema criado pela jovem é apenas uma das diversas formas de explicar como é ter essa doença, que impede qualquer esperança ou perspectiva de um futuro feliz.

A complexidade de sentimentos muitas vezes dificulta com que familiares, amigos e companheiros entendam o que o depressivo está passando. No entanto, eles têm papel essencial na melhora da pessoa em sofrimento. 

A seguir, veja como lidar com alguém em depressão:

Sintomas de pessoa depressiva

homem triste depressao 0417 1400x800
Africa Studio/Shutterstock

Antes de tudo é necessário descobrir se o caso realmente se trata de depressão. A doença é marcada por sinais como:

  • Tristeza intensa
  • Ansiedade
  • Falta de prazer e esperança
  • Redução do desejo sexual
  • Cansaço e falta de vontade
  • Dificuldade em se concentrar e lembrar de fatos
  • Excesso ou perda de sono e apetite

Se notar um ou mais sintomas, busque ajuda de um psiquiatra para que ocorra o diagnóstico e tratamento adequados.

O que fazer para ajudar?

Como ajudar uma pessoa com depressão que não quer ajuda

abraco amigas 0617 1400x800
LaraBelova/IStock

Grande parte dos depressivos não sabe que tem a doença, o que exprime a necessidade de um olhar exterior para ajudar. Conversar sobre os sentimentos e incentivar a busca por tratamento é essencial, além de se oferecer para acompanhar consultas, mostrando que você se importa com o bem-estar do ente querido.

Para lidar com um familiar com depressão e convencê-lo a se tratar é preciso ter muito tato e sensibilidade. O psiquiatra Geraldo Possendoro, mestre em Neurociências e Comportamento, indica que a abordagem seja feita quando a pessoa estiver tranquila. Neste momento, uma boa estratégia é tentar mostrar o quanto a pessoa está mudada.

ajudar depressao 0617 1400x800
oneinchpunch/IStock

Em casos extremos, quando houver resistência aos cuidados e sinais de comportamento suicida, converse com um psiquiatra sobre um tratamento compulsório.

Busque informações

Pesquisar e conversar com profissionais para ajudar o depressivo é importante para entender o que ele está passando e como encarar a situação. Assim, você estará mais preparado para apoiá-lo, saberá o que esperar e aprenderá a lidar com a situação sem se desgastar demais.

Esteja disponível

medico ajuda paciente 0417 1400x800
Pressmaster/Shutterstock

A solidão é um sentimento comum em quem sofre deste transtorno e, por este motivo, é aconselhável que o familiar ou amigo mostre que está disponível para conversar, ouvir e ajudar sempre que preciso.

Tenha paciência

A depressão não é uma doença que se cura de uma hora para outra, mas apresenta altos e baixo que são estressantes para a pessoa com a doença e quem convive com ela.

Assim, respire fundo e saiba que uma hora tudo melhorará.

Não culpe ou julgue

briga relacionamento 0417 1400x800
Mixmike/iStock

Frases como "Para de agir como louco" e "Você ficou assim porque é pessimista" não ajudam e não refletem em nada a realidade.

A depressão é uma doença com existência cientificamente comprovada e que tem causas genéticas, portanto, não a atribua seu surgimento a alguém. 

Cuide da alimentação e faça atividades físicas

O desânimo pode fazer com que o doente descuide da alimentação e passe a comer pouco ou muito. Assim, outra maneira de ajudar alguém com depressão é incentivá-la a seguir um cardápio saudável e aproveitar para adotar os mesmos cuidados consigo mesmo.

Outra dica é levá-la para correr, nadar, dançar ou jogar alguma partida esportiva. Exercícios físicos são antidepressivos naturais pois liberam neurotransmissores que relaxam o sistema nervoso e fornecem bem-estar.

Fique atento

Sempre observe se o paciente apresenta algum dos sinais de comportamento suicida, como diálogos sobre morte, doação de bens, isolamento social progressivo ou faltas no trabalho e escola.

Caso perceba o risco, busque ajuda imediata do psiquiatra ou psicólogo responsável e esteja mais presente para intervir quando preciso.

Cuide-se

Cuidar de uma pessoa com transtorno mental pode ser desgastante e difícil. Neste período, não deixe sua saúde ou individualidade de lado. Tire um tempo para si mesmo e busque ajuda quando necessário.

A Associação Brasileira de Familiares, Amigos e Portadores de Transtornos Afetivos (ABRATA) é uma das muitas organizações que promovem reuniões e oferecem aconselhamento para amigos e familiares de indivíduos com depressão.

O que dizer para alguém com depressão?

pai filho familia 0617 1400x800
milicad/ Istock

A organização norte-americana Depression and Bipolar Support Alliance (DBSA) recomenda evitar frases como "Pense positivo", "É normal o que está sentindo, todos passam por isso uma vez na vida" e "Não sei como te ajudar", que podem fazer o doente se sentir ainda pior.

O ideal é mostrar que entende o sofrimento e que está disponível para ajudar. Boas frases são: "Você não está sozinho. Estou aqui por você", "Você tem uma doença real que causa esses pensamentos e sentimentos", "Pode ser difícil acreditar, mas seus sentimentos mudarão", "Você é importante para mim. Sua vida é importante para mim" e "Nós passaremos por isso juntos".

Transtornos da mente