Óleo de copaíba: como usar o extrato natural que é cicatrizante e anti-inflamatório?

oleo essencial 0617 1400x800
Africa Studio/Shutterstock

Apostar no óleo de copaíbapode ser uma boa pedida para complementar os cuidados diários com a saúde. No entanto, nem toda forma de uso deste óleo essencial tem eficácia e segurança comprovadas, o que determina que haja cuidados em relação ao seu uso. A seguir, saiba para que serve o óleo de copaíba e como usar para cada finalidade.

O que é o óleo de copaíba?

É um óleo essencial extraído da resina da árvore de mesmo nome que tem a função de proteger a planta de animais e micro-organismos. No ser humano, ele é conhecido por propriedades medicinais que costumam ser exploradas de maneira tópica ou oral.

arvore copaiba 0617 1400x800
NANCY AYUMI KUNIHIRO/Shutterstock

Óleo de copaíba serve pra quê?

Os benefícios do óleo de copaíba vão desde funções cicatrizantes e anti-inflamatórias até antitumorais e dependem do tipo de uso, que pode ser oral ou cutâneo, sendo passado diretamente sobre a pele. 

Uso oral

oleo de krill 0317 1400x800
Lisa_16/iStock

A nutricionista Mariéllen Emidio Figueroa, do centro médico e spa de longevidade de Gramado Kurotel, explica que o uso oral do óleo é comum, mas ainda não há muitos estudos que garantem sua eficácia ou segurança. "A maior dificuldade é em relação aos vários tipos de árvores pertencentes à espécie, que podem apresentar diferentes resultados entre si", explica. 

Assim, ações geralmente atribuídas ao produto, como ação contra bactérias e efeito diurético, não são comprovadas.

Contra câncer

Contudo, alguns estudos mostram que o óleo pode auxiliar na redução de tumores, mas ainda não há nada comprovado. "Alguns experimentos, como um da Unicamp, analisaram componentes isolados do óleo e mostraram ação contra as células malignas, mas ainda é necessário rever os efeitos mais especificamente e descobrir se há efeitos colaterais", ressalta a nutricionista.

Uso tópico

tratamento pele 0617 1400x800
puhhha/Shutterstock

Para acne

A dermatologista Claudia de Castro, da Clínica Claudia de Castro, explica que a propriedade antisséptica e anti-inflamatória do óleo de copaíba é uma solução rápida contra espinhas, já que fornece um efeito secativo para acne e oleosidade. "Nestes casos, pode-se misturar 3 gotas do óleo com uma máscara de argila verde e aplicar no rosto por 20 minutos, uma vez por semana", explica.

Para cicatrização

Como tem ação cicatrizante e antisséptica, o óleo de copaíba pode ser passado em feridas externas, como machucados na pele, lesões da doença psoríase e cicatrizes de cirurgias plásticas.

Para hidratação

A dermatologista ainda indica a ação hidratante do produto para auxiliar o rejuvenescimento da pele. Neste caso, basta acrescentar algumas gotas ao creme facial diário.

A hidratação do óleo de copaíba serve para prevenir e amenizar estrias e celulites, podendo ser usado diretamente na pele ou junto ao creme hidratante.

Assim como outras mães, a atriz Grazi Massafera usou óleo de copaíba contra rachaduras nos seios, no entanto, apesar de realmente ajudar na cicatrização e hidratação, o produto pode sensibilizar a pele demasiadamente e, portanto, só deve ser usado sob orientação de um especialista.

Para os cabelos

O óleo de copaíba é facilmente encontrado em produtos de cabelo pois sua composição hidrata os fios e, se não houver uso excessivo, equilibra a oleosidade, evitando micoses, caspas e seborreia.

"Uma boa dica caseira, especialmente para cabelos opacos, é usar o produto para fazer umectação capilar, obtendo fios mais sedosos e brilhantes", explica a médica.

Cuidados ao usar

Se ingerido em grandes quantidades, o óleo de copaíba causa efeitos colaterais como vômitos, ânsia, irritação no sistema gastrointestinal, produção excessiva de saliva, diarreia e depressão. Como não há uma quantidade diária segura, o ideal é consultar um médico para avaliar se o uso é mesmo necessário e determinar a posologia.

"Ele não é indicado que gestantes, lactantes e pessoas com problemas gástricos usem fitoterápicos à base de óleo de copaíba", acrescenta a nutricionista Mariéllen Emidio.

Já a dermatologista Claudia de Castro afirma que não há contraindicação para o uso tópico, mas é necessário buscar um profissional da saúde para analisar caso a caso, visto que cada pessoa tem suas peculiaridades e características individuais.

Como usar?

oleo de copaiba 0617 1400x800
Y Photo Studio/Shutterstock

O uso dependerá da finalidade. Se for para a pele ou os cabelos, é possível aplicá-lo em conjunto com cremes, sempre sob orientação de um dermatologista. 

Já o uso oral não é indicado pela nutricionista Mariéllen Emidio. "Apesar de seu consumo popular, faltam estudos para melhorar a compreensão dos mecanismos de ação do óleo e sua toxicidade", esclarece.

Assim, o ideal é conversar com um médico para obter uma indicação mais personalizada sobre o consumo do óleo.

Benefícios dos óleos