mulher

Kombucha: o que é o preparado caseiro que é antibiótico natural e previne infecções?

kombucha scoby 0617 1400x800
GreenArtPhotography/IStock

Chá kombucha é uma bebida probiótica que fornece diversos benefícios à saúde. Com aparência muito parecida com uma infusão, exceto pela presença da colônia gelatinosa, ela age como um antibiótico natural que elimina micro-organismos maléficos e reforça a presença dos benéficos.

O que é kombucha?

O kombucha é um tipo de alimento que possui bactérias e leveduras benéficas, assim como os famosos leites fermentados que contém lactobacilos vivos, o probiótico kefir e até mesmo o vinagre.

"Esses micro-organismos usam o açúcar e os chás à base de cafeína para criar uma gelatina translúcida que fermenta o líquido, que se consumido fornece diversos benefícios ao organismo", explica a chefe Malu Lobo, especialista em gastronomia funcional.

O disco gelatinoso é chamado de "symbiotic culture of bacteria and yeast" (cultura simbiótica de bactérias e leveduras, em tradução livre), ou apenas "scoby".

Origem

Acredita-se que que a produção do kombucha surgiu na China, ainda antes de Cristo, mas tomou o gosto do povo em meados de 1960, durante a época hippie.

Benefícios do kombucha

flora intestinal 1216 1400x800
Pretty Vectors/shutterstock

Nosso intestino contém bactérias que interagem auxiliando processos inerentes a esse órgão. Quando há desequilíbrio e o número de micro-organismos ruins supera os bons, a saúde fica comprometida.

O clínico geral e nutrólogo Roberto Navarro explica que, por ser uma bebida fermentada naturalmente, o kombucha atua como um alimento probiótico que reforça o crescimento das bactérias boas que vivem no intestino e elimina as ruins. Em consequência, surgem os seguintes benefícios:

Emagrece

calca larga apos emagrecer 0417 1400x600
Billion Photos/Shutterstock

Não existem alimentos milagrosos quando o assunto é emagrecimento, mas sim os que podem contribuir com a perda de peso se combinados com hábitos e dieta saudáveis.

O médico afirma que não há estudos que comprovem a ação do kombucha para emagrecer, no entanto, sua ação de regulagem do intestino pode favorecer a diminuição dos quilos na balança.

Melhor absorção de nutrientes

O intestino tem a função de absorver substâncias essenciais para nosso organismo, como vitaminas e minerais, mas o processo é prejudicado se a microbiota estiver comprometida.

Portanto, apostar no kombucha pode regular essa função e fazer com que os nutrientes dos alimentos sejam bem aproveitados.

Melhora a imunidade

sistema imunologico 0417 1400x600 1
UGREEN 3S/Shutterstock

A maior absorção de nutrientes também dá um gás no sistema imunológico, prevenindo e combatendo diversos tipos de doenças, como infecções e inflamações.

Evita doenças como candidíase e infecção urinária

Como aumenta a imunidade, o kombucha consequentemente blinda o organismo de doenças como candidíase, gripes e infecção urinária. Ele ainda pode ser eficaz para eliminar o HPV naturalmente, visto que reforça a luta contra o vírus causador do problema.

Intestino mais regulado

intestino 0117 1400x600
yodiyim/Shutterstock

Como estimula a flora intestinal, o kombucha também regula a ação desse órgão, evitando diarreia e constipação.

Nutrientes

O kombucha ainda contém uma pequena quantia de minerais e vitaminas como as do grupo B, zinco, magnésio e potássio. 

Malefícios

De acordo com o nutrólogo, o consumo adequado não oferece riscos. Entretanto, tomar o chá de kombucha excessivamente faz com que o probiótico consuma o açúcar dos alimentos e fermente dentro do organismo, causando dor de barriga, gases, diarreia e inchaço.

Gestantes também devem ter cautela e só tomar o kombucha sob orientação médica, já que não há estudos acerca de seus efeitos em grávidas.

Outro ponto importante é realizar o cultivo adequado da cultura, já que a manipulação errada propicia a contaminação por micro-organismos ruins, percebida pela alteração do sabor e cor do líquido e do scoby.

Como fazer kombucha?

kombucha probiotico saude 4 0617 1400x800
esemelwe / istock

A seguir, veja o passo a passo de como cultivarkombucha:

Ingredientes

  • Tigela de vidro ou cerâmica (não use nada de metal);
  • Peneira e funil de plástico;
  • Colher de plástico;
  • Pano vazado, voal ou papel toalha que permita circulação de ar;
  • Elásticos;
  • Colônia de kombucha (scoby) recebido por doação 
  • 1 litro água filtrada;
  • 1 colher (sopa) cheia de um tipo de erva para chá com cafeína (pode ser chá verde, preto, matte ou branco);
  • 120 g de açúcar demerara, cristal ou mel ou suco concentrado de fruta;
  • 5 a 10% da mistura de kombucha já fermentado ou duas colheres de sopa de vinagre;

Como preparar kombucha

scoby de kombucha 0617 1400x800
GreenArt/Shutterstock

Ferva de 200 a 300 ml de água e desligue o fogo. Acrescente a erva e o açúcar (ou o suco), misture bem com a colher e tampe para apurar por 10 minutos.

Em seguida, coe e adicione o resto da água, deixe o chá amornar ou ficar em temperatura ambiente e use o funil para despejá-lo em pote de boca larga feito de vidro ou cerâmica.

Adicione duas colheres de sopa de qualquer tipo de vinagre e misture bem, acrescentando a colônia de kombuchá (scoby) em seguida. Ele deve flutuar na superfície, mesmo que para isso seja necessário aguardar um dia.

Use o papel toalha ou o pano vazado para cobrir o pote e prenda-o nas laterais com um elástico.

Deixe fermentar por 7 a 10 dias em um mesmo lugar, que deve ser escuro e arejado.

Para decidir a quantidade de dias, prove um pouco com uma colher limpa. A bebida deve estar ácida e com o sabor doce pouco aparente. Quanto mais dias ela descansar, mais ácida ficará.

Depois desse tempo, retire o scoby e coloque o líquido em outra garrafa. Consuma em até sete dias, reservando de 5% a 10% para substituir o vinagre no próximo lote (visto que isso será ainda mais eficaz para acidificar o probiótico).

O scoby reservado deve ser usado prontamente em outra mistura.

Cuidados com kombucha

Por ser um alimento fermentado e vivo, é necessário manipulá-lo corretamente para que seus benefícios sejam mantidos.

  • Manter as mãos e os objetos utilizados limpos é essencial, a fim de não contaminar o alimento. A chef Malu Lobo aconselha ferver e limpar com álcool 70% todos os utensílios que terão contato com o chá e o scoby, além de higienizar bem as mãos;
  • Caso a cultura não flutue após um dia colocada no chá, ela deverá ser descartada;
  • O formato do vidro definirá o tamanho da colônia;
  • A chef indica lavar o scoby em água filtrada a cada duas a três fermentações, limpando-o com delicadeza e retirando as película amarronzada;
  • O kombucha fermenta melhor em ambientes entre 24° C e 30°C. Temperaturas abaixo dessas requerem mais dias de fermentação.

Como tomar?

kombucha pronto 0617 1400x800
bhofack2/IStock

Como não existe uma recomendação universal para o consumo deste alimento, é indicado buscar auxílio de um nutrólogo ou nutricionista para descobrir qual é a quantidade mais indicada para você. Todavia, recomenda-se não ultrapassa a máxima de 150 ml por dia.

A especialista Malu Lobo ainda dá uma dica para deixar o sabor mais agradável. "Após a primeira fermentação, pode-se beber o chá gelado ou ainda adicionar frutas e especiarias para promover uma fermentação secundária, de modo a gaseificar a bebida e trazer novos e incríveis sabores", recomenda.

Kombucha com antibiótico faz bem

Uma boa dica é consumir o kombucha sempre que precisar tomar antibióticos. A combinação é boa porque o remédio não tem a capacidade de diferenciar quais bactérias são boas e quais são ruins, matando todas e comprometendo o sistema imune.

Já o probiótico tem poder reduzido, mas elimina apenas os micro-organismos ruins e ainda aumenta a quantidade dos bons.

Assim, unir os dois tratamentos pode evitar desequilíbrios da microbiota e melhorar a imunidade.

Onde comprar?

Apesar de existirem empresas que comercializam tanto abebida pronta como o scoby, a colônia pode ser conseguida por meio de doação entre usuários.

Há alguns sites e páginas nas redes sociais que agrupam contatos de pessoas dispostas a doar o remédio natural kombucha

Probióticos e seus benefícios