mulher

Anti-inflamatórios comuns causam risco imediato de ataque do coração, diz estudo

remedios saude coracao 0517 1400x800
Luchschen / Stevanovicigor / iStock

Se você recorre ao uso de anti-inflamatórios com frequência para aliviar desconfortos, cuidado: um estudo acaba de apontar que esta prática pode colocar seu coração em risco imediato.

A pesquisa, realizada na Universidade de Montreal (Canadá) e divulgada na revista científica "British Medical Journal", analisou quase 447.000 pessoas que tiveram anti-inflamatórios não-hormonais receitados por seus médicos. 

Anti-inflamatório faz mal? Estudo aponta risco

sistema cardiaco corpo 0117 1400x800
yodiyim/Shutterstock

Quem usou o medicamento entre um a sete dias teve o risco de ataque do coração aumentado em 24% ao tomar celecoxibe, 48% com ibuprofeno, 50% para diclofenaco e 53% para naproxeno. Alguns deles são conhecidos pelos nomes comerciais Advil e Voltaren. 

O risco aumenta conforme o tempo de uso e a dosagem do remédio. Na conclusão, mais de 61.000 pessoas tiveram enfarte agudo do miocárdio após o uso de alguma dessas drogas. 

"É preciso que as pessoas conversem com seus médicos, pois muitas vezes elas não têm noção do risco em que colocam seus corações. Em muitos casos é possível considerar outros tratamentos", disse Michèle Bally, epidemiologista do Hospital da Universidade de Montreal, ao site do jornal norte-americano The New York Times

"Avalie com seu médico os riscos e os benefícios desses medicamentos. Leia o rótulo e use a menor dose possível", alerta a especialista. 

Devo evitar este medicamento?

resfriado gripe febre 0417 1400x800
eldinhoid / iStock

Os especialistas afirmam que ainda é preciso que mais estudos sobre o assunto sejam feitos, já que diversos outros fatores podem contribuir muito para problemas no coração, como tabagismo e obesidade. 

Eles também ressaltam que ainda é difícil saber com precisão como funciona a relação entre o uso desses remédios e o comprometimento do coração. 

Mais informações de saúde