mulher

Alimentos que fazem mal para gastrite: 12 comidas que irritam a mucosa e causam dor

fritura batata frita oleo 1216 1400x800
MarianVejcik/istock

Evitar alimentos que prejudicam a gastrite é essencial para evitar as dores e incômodos causados por esse problema. Contudo, nem sempre é possível saber o que faz ou não mal para o organismo, visto que os critérios que regem essa definição ainda não são totalmente claros e alguns alimentos são envoltos de mitos.

Para ajudá-lo, preparamos uma lista dos alimentos que fazem mal para gastrite. Confira:

Afinal, o que é a gastrite?

gastrite estomago 0417 1400x800
decade3d - anatomy online/Shutterstock

Gastrite é uma doença caracterizada pela inflamação do tecido interno que recobre o estômago, chamado de mucosa, fruto da junção entre excesso de material ácido no estômago e falta de proteção da mucosa.

Há um amplo leque de causas para o problema. O mais comum é o estresse, que aumenta a quantidade de suco gástrico no estômago e ainda altera o hábito alimentar do paciente, que passa a comer inadequadamente e a ficar longos períodos em jejum.

Outro fator é a infecção crônica pela bactéria Helicobacter pylori, conhecida popularmente como H. pylori, que enfraquece as barreiras naturais da mucosa do estômago, fazendo com que o material ácido danifiquem o tecido. Se não for tratado, esse quadro pode levar a agravamento de úlceras e até mesmo câncer estomacal. Algumas doenças autoimunes também podem colaborar com o problema, visto que fazem com que os anticorpos ataquem as paredes do estômago, ao invés do micro-organismo maléfico.

Sintomas

dor de estomago gastrite 0417 1400x800
Estrada Anton/Shutterstock

Os sintomas de gastrite variam para cada paciente e quadro apresentado, mas costumam ser:

  • Dor, queimação e/ou pontadas na boca do estômago após se alimentar
  • Enjoo e vômitos
  • Perda de apetite
  • Sensação de saciedade mesmo após a ingestão de pequenas quantidades de alimentos

Alimentos que pioram a gastrite

gastrite azia alimentacao 0417 1400x800
Visual Generation/Shutterstock

Alguns alimentos são reconhecidos como irritadores da mucosa gástrica, que já está agredida na gastrite. Veja os principais:

  • Frituras
  • Temperos e condimentos
  • Industrializados
  • Enlatados
  • Café
  • Chocolate
  • Chá preto, verde e mate
  • Pimenta
  • Bebidas alcóolicas
  • Excesso de açúcar
  • Massas em geral
  • Molhos à base de tomate

A nutricionista Gabriella Reis complementa que algumas pessoas podem sentir desconforto ao comer determinados alimentos, sem que eles estejam ligados diretamente à irritação pela gastrite.

Nesses casos, é importante recorrer a um médico para fazer uma avaliação individual e não comer o alimento até que o quadro se estabilize.

Quem tem gastrite pode tomar leite?

leite jarro mesa 1016 1400x800
Sea Wave/Shutterstock

A nutricionista Gabriela explica que antigamente as pessoas tomavam leite para tratar gastrite. Contudo, o pH básico da bebida apenas alivia momentaneamente a acidez do estômago, visto que o cálcio presente na composição estimula a liberação de ácidos no estômago, o que piora ainda mais o quadro.

Contudo, se o paciente com azia realmente quiser fazer uso do alimento é melhor ingeri-lo em conjunto com outros, como frutas, numa vitamina, e pães, em um lanche da tarde.

Quem tem gastrite pode comer frutas cítricas?

frutas citricas na fruteira 0716 1400x800
Evgeny Karandaev/Shutterstock

Este é outro tipo de alimento envolto de mitos. O senso comum crê que ele deixa o estômago mais ácido, piorando a gastrite. Contudo, a nutricionista Gabriela Reis afirma que isso é mentira pois não há nenhum alimento natural que seja mais ácido do que o próprio pH do estômago.

Já o cirurgião do aparelho digestivo Amir Charruf, do Hospital Moriah, defende que frutas cítricas devem, sim, ser evitadas pois agridem a mucosa estomacal.

Como tratar gastrite?

dieta prato alimentacao 0117 1400x800
Ira Yapanda/shutterstock

A condição pode ser curada por meio do tratamento indicado por um gastroenterologista, que inclui inicialmente a mudança de hábitos. "O paciente é orientado a deixar de fumar ou ingerir álcool, pois isso irrita a mucosa, e evitar consumir alimentos ruins para gastrite", explica Dr. Amir Charruf.

Geralmente, isso por si só melhora o quadro. Porém, se mesmo assim não houver progresso podem ser usados medicamentos que inibam a secreção ácida do estômago como omeoprazol, pantoprazol e esomprazol.

Remédios que criam uma barreira de proteção na mucosa do estômago também podem ser receitados, além de antibióticos se a causa da gastrite for a bactéria H. pylori.

Dieta para gastrite nervosa: como deve ser?

A nutricionista explica que além de excluir alimentos que fazem mal para gastrite, o cardápio de quem sofre do problema deve ser muito variado e rico em fibras, antioxidantes e proteínas, visto que eles ajudam a recuperar a mucosa gástrica, como frutas, legumes, verduras, pães integrais, iogurte, aveia, carnes magras e preparadas assadas, cozidas ou grelhadas.

Dividir as refeições também auxilia o tratamento da gastrite, sendo ideal comer de três em três horas. Aposte em lanches intermediários para evitar que o estômago fique vazio. A quantidade de alimento também deve ser observada, pois comer demais faz com que o estômago se expanda e, consequentemente, as feridas do acometimento se alargam.

A especialista também indica o consumo de alimentos ricos em probióticos como auxiliar ao tratamento principal, visto que eles são excelentes para eliminar bactérias que desencadeiam o problema, como aH. Pylori. Entre as fontes de probióticos estão iogurtes naturais e o kefir, iogurte caseiro com poder antibiótico.

Alimentação para gastrite: veja mais