mulher

Candidíase no homem pode causar feridas e infecção grave; como prevenir e identificar

infeccao penis 0916 1400 800 1
mjak/shutterstock

Há quem acredite que a infecção por candida albicans só afete mulheres, mas também pode ocorrer a candidíase no pênis. Essa infecção fúngica causa sintomas incômodos e pode ser contraída e transmitida por relação sexual. Todavia, essa não é a única forma de desenvolver a doença, cujo tratamento precoce é necessário para evitar complicações.

Candidíase masculina

A candida é um dos muitos micro-organismos que habitam nosso corpo. Em condições normais, ela não causa problema algum. No entanto, quando alguma coisa muda no corpo e faz com que esse fungo cresça mais do que o normal, ocorrerá a candidíase, infecção cuja apresentação mais comum é a genital.

Apesar de ser bem mais comuns em mulheres, a candidíase é uma "doença feminina" que o homem também pode ter. "De 14% a 18% dos homens podem apresentar colonização excessiva por candida na região genital e serem completamente assintomáticos", ressalta o urologista Thiago Tambelli, do Hospital Samaritano de São Paulo.

Sintomas: como identificar a infecção peniana?

Basicamente, a candidíase peniana causaInflamação na cabeça do órgão, chamada de glande, e na pele que a recobre, denominada prepúcio. Ela pode ser completamente assintomática ou ainda apresentar os seguintes sintomas:

  • Vermelhidão
  • Coceira
  • Ardência
  • Ardência na urina
  • Edema

Causas da infecção

Imunidade baixa

baixa imunidade 0317 1400x800
UGREEN 3S/Shutterstock

Como a candida também vive na flora masculina, ela pode se proliferar devido a desequilíbrios do organismo, que geralmente são motivados por estados de imunidade baixa. Portanto, não é preciso ter tido relações sexuais para desenvolver a condição.

Pessoas com doenças que afetam o sistema imunológico, como pacientes com HIV, e até mesmo quem toma medicamentos que têm o mesmo efeito, como os usados para evitar a rejeição de órgãos transplantados, são mais propícios a desenvolver candidíase.

Além disso, diabetes, alcoolismo e usuários de medicamentos corticoides e antibióticos também ter sua imunidade abatida e desenvolver a infecção em consequência.

Falta de higiene

A correta higiene íntima é fundamental para evitar o problema pois regula a quantidade de micro-organismos na flora bacteriana, que são importantes para proteger a saúde do pênis.

"A falta de cuidado pode provocar inflamações e irritações, que são sinais de infecções graves e merecem atenção. O excesso de umidade também pode atrapalhar, já que cria um ambiente favorável para a proliferação do fungo", ressalta o urologista Thiago Tambelli.

É transmissível?

casal com camisinha 1216 1400x800
KatarzynaBialasiewicz/iStock

Outra causa para doença ocorre quando a candidíase feminina passa para o homem via relação sexual. Isso ocorre principalmente quando a mulher já apresenta vulvovaginite fúngica, que é a inflamação da vagina, pelo excesso de candida.

    Diagnóstico

    infeccao penis 0916 1400 800
    Pretty Vectors/shutterstock

    A descoberta da infecção acontece por meio do exame físico com o urologista. Exames complementares, como análises de sangue, também podem ser úteis para descobrir o que está causando a infecção.

    Complicações da candidíase no homem

    A candidíase por si só não costuma ser uma doença grave, mas podem haver complicações.

    Feridas 

    A principal complicação dessa infecção peniana é o aparecimento de feridas na região. Elas surgem em consequência da intensa coceira causada pelo fungo e, além de causarem dor e incômodo, deixam a porta aberta para agentes infecciosos.

    Infecção grave

    Os cortes causados pelo ato de coçar a região fazem com que o fungo invada a corrente sanguínea e cause candidemia, uma grave infecção por candida no sangue.

    Tratamento 

    De acordo com Thiago Tambelli, o problema é mais fácil de ser tratado no início, visto que a falta de cuidados pode agravar o quadro.  

    O urologista é o profissional mais indicado para receitar medicação mais adequada para cada paciente, além de indicar dosagem e duração do tratamento.

    Caso ambos os parceiros apresentem o quadro, é possível fazer um tratamento conjunto. 

    Creme e pomada para candidiase no homem

    pomada dedo 0217 1400x800
    simarik/Shutterstock

    O uso de pomadas e cremes antifúngicos ou antimicóticos são essenciais para controlar o fungo causador da candidíase. Um dos compostos com uso mais conhecido para essa finalidade é o cetoconazol, que impede o crescimento e mata os agentes causadores da doença.

    Medicamentos via oral à base de antifúngicos

    remedios comprimidos difersos 0814 1400x800
    Tibor Duris/Shutterstock

    A medicação contra a candida também pode ser oral. Uma das opções de tratamento mais populares é o remédio para candidíase masculina de dose única, como o fluconazol, que impede a proliferação dos fungos e já apresenta sinais de melhoria em 24 horas.

    Candidíase peniana recorrente: como tratar e prevenir?

    Assim como as mulheres, os homens também podem ter candidíase de repetição, que são quadros constantes da doença. Nestes casos, é preciso fazer um check-up para descobrir o motivo da reincidência. Também pode ser necessário tomar medicação oral e fazer um tratamento prolongado.

    Prevenção da candidíase no homem

    mao penis castracao 0916 1400x800
    CHAjAMP/Shutterstock

    Alimentação saudável

    O açúcar é o combustível da cândida, fazendo com que ela cresça de maneira descompensada e caracterize uma infecção. A dica é evitar alimentos que pioram a candidíase, como pães, álcool e doces.

    Além disso, uma alimentação inadequada reduz a imunidade e propicia mais crises da infecção. Portanto, seguir uma dieta balanceada é um dos principais artifícios para manter a doença longe.

    Cuide da higiene

    A falta de higiene também pode propiciar a candidíase no homem, já que impede proteção natural do pênis. Portanto, dedique um tempo extra para ela e evite usar roupas íntimas abafadas e molhadas.

    Use preservativo

    Camisinha é essencial para impedir o contágio por candidíase entre parceiros sexuais, assim como evitar transmiti-la. 

    Saúde do homem