mulher

Escócia é o primeiro país do mundo que fornecerá itens menstruais gratuitamente

absorventes menstruacao 1120 1400x800
goffkein.pro/Shutterstock

Na última terça-feira (24), o Parlamento da Escócia aprovou com unanimidade o Projeto de Lei que fornece acesso gratuito a produtos menstruais, como absorventes higiênicos e internos. O país é o primeiro no mundo a adotar esta medida. Saiba mais:

Escócia fornecerá itens menstruais gratuitamente

O Projeto de Lei foi apresentado pela deputada Monica Lennon e aprovado por unanimidade no Parlamento. A notícia foi anunciada no perfil oficial do Parlamento Escocês no Twitter e celebrada pela primeira-ministra do país, Nicola Sturgeon, também na rede social.

"Orgulhosa em votar por esta legislação inovadora, tornando a Escócia o primeiro país do mundo a fornecer produtos menstruais gratuitos para todos que precisam deles. Uma política importante para mulheres e meninas", afirmou a primeira-ministra.

De acordo com o documento sobre o Projeto de Lei, publicado no site oficial do Parlamento Escocês, o objetivo desta medida é combater a precariedade menstrual, que acontece quando as mulheres enfrentam dificuldades para comprar ou ter acesso aos itens de higiene para o período.

Para a deputada Monica Lennon, estes produtos são itens de necessidade básica, e o acesso a eles é importante para a dignidade dessas mulheres.

"Um dia de orgulho para a Escócia e um sinal para o mundo de que o acesso universal gratuito aos produtos menstruais pode ser alcançado", afirmou a deputada em seu perfil no Twitter.

Com esta medida, o governo escocês deverá estabelecer um esquema em todo o país para permitir que qualquer pessoa que precise de produtos menstruais os obtenha gratuitamente.

De acordo com a agência Reuters, a Escócia já disponibilizava produtos menstruais gratuitamente em escolas, faculdades e universidades desde 2018, e agora o governo terá o poder de exigir que outros órgãos públicos também forneçam estes itens gratuitamente à população.

Empoderamento feminino