mulher

Áudio viraliza com ajuda para passageiras que correm perigo na corrida por aplicativo

Pegar um carro de aplicativo sozinha causa preocupação em muitas mulheres, por conta de relatos de passageiras que sofreram assédio durante o trajeto, ou até mesmo foram vítimas de crimes. No entanto, esse tipo de meio de transporte facilita o dia a dia e vem se tornando cada vez mais popular.

Pensando nisso, uma influenciadora criou um áudio para ajudar outras mulheres em momentos como esse. Seu vídeo viralizou nas redes sociais.

Assédio na rua

Só quem já se sentiu ameaçada na rua sabe da importância de contar com ajuda. E, para casos como esse, a influenciadora digital Paula Albaro lançou um áudio simulando uma conversa entre amigas.

Publicado em seu perfil no Instagram, o vídeo faz parecer com que a mulher dentro do carro está conversando com alguém que a espera no destino da viagem. "Oi, amores, utilidade pública. Salvem esse vídeo pra quando vocês estiverem sozinhas no Uber e sentirem medo", escreveu na legenda.

No vídeo, ela não só finge uma conversa como sinaliza o que a passageira deve responder para parecer mais real. Assista:

A atitude de Paula foi muito elogiada por mulheres que já passaram por situações de assédio ao usarem carros de aplicativo. "Maravilhosa. Infelizmente muito necessário. Parabéns e obrigada pela atitude", escreveu uma seguidora. "Esse áudio é muito necessário, meu muito obrigada", comentou outra.

A publicação serviu ainda para que mulheres dividissem suas próprias experiências de assédio, mostrando o quanto a situação é real e séria.

O post de Paula conta com mais de 500.000 visualizações. Ele também foi compartilhado por outras páginas e acabou viralizando na internet.

Em nota, a Uber afirma que "repudia qualquer ato de violência contra mulheres. A empresa acredita na importância de combater, coibir e denunciar casos dessa natureza às autoridades competentes. A empresa defende que as mulheres têm o direito de ir e vir da maneira que quiserem e têm o direito de fazer isso em um ambiente seguro".

A empresa ainda reforça que todas as viagens são registradas no GPS, o que permite que uma equipe identifique o motorista cadastrado, seu histórico e o trajeto realizado, incentivando a denúncia. "Desde 2018 a Uber tem um compromisso público para enfrentamento à violência contra a mulher no Brasil, materializado no investimento em projetos elaborados em parceria com entidades que são referência no assunto, que inclui campanhas contra o assédio e podcast para motoristas parceiros sobre violência contra a mulher, entre outras ações", afirma a empresa.

A Uber afirma que vem desenvolvendo ferramentas para ajudar na segurança de todos os usuários antes, durante e depois de cada viagem. Veja quais são as iniciativas:

uber app 1400x800 1117
Mr.Whiskey / ShutterStock

Antes: Como parte do processo de cadastramento, todos os motoristas passam por uma checagem de antecedentes criminais realizada por empresa especializada que, a partir dos documentos fornecidos pelo próprio motorista e com consentimento deste, consulta informações de diversos bancos de dados oficiais e públicos de todo o País em busca de apontamentos criminais, na forma da lei. A Uber também realiza novas checagens periódicas dos motoristas já aprovados pelo menos uma vez a cada 12 meses.

A Uber utiliza uma ferramenta de "verificação de identidade em tempo real". De tempos em tempos, o aplicativo pede, aleatoriamente, para que os motoristas parceiros tirem uma selfie antes de aceitar uma viagem ou de ficar on-line, para ajudar a verificar se a pessoa que está usando o aplicativo corresponde àquela da conta no arquivo.

Por meio do U-Código, o usuário pode optar por receber uma senha de quatro dígitos, que deve ser dita ao motorista para que ele consiga iniciar a viagem no aplicativo, confirmando que os dois estão na viagem correta.

Além disso, usuários do aplicativo sempre recebem notificações para conferir se as informações sobre o modelo do veículo, a placa do carro, o nome e a foto do motorista parceiro que chega ao local de embarque são as mesmas que estão no app. Caso alguma informação não esteja correta, o usuário deve cancelar a viagem e pode reportar o ocorrido pelo próprio aplicativo.

uber celular carro regulamentacao 0917 1400x800
Mlenny/iStock

Durante: Ao longo do trajeto, usuários podem compartilhar a sua localização e o tempo de chegada em tempo real com quem desejarem. Por meio da Central de Segurança também é possível ligar para a polícia em situações de risco ou emergência diretamente do app.

A plataforma também conta com um processo de detecção automática de linguagem imprópria nas mensagens que são enviados no bate-papo do aplicativo – tanto nas viagens quanto no Uber Eats. Palavras que possam ser consideradas ofensivas ou que ameacem a integridade de uma pessoa entram automaticamente em um processo de desativação permanente da conta original.

Para identificar paradas inesperadas ou longas ou até a conclusão de viagens fora do destino planejado, a plataforma conta com a ferramenta U-Ajuda. Se um evento desse tipo for detectado, o próprio sistema pode iniciar automaticamente uma checagem, enviando uma mensagem para o motorista parceiro e o usuário direcionando-os às ferramentas de segurança do aplicativo, como ligar para a polícia, compartilhar a viagem ou até mesmo abrir um contato com a central de atendimento da Uber para casos não urgentes.

uber audio 1400x2384 0120
Divulgação/Uber

Motoristas parceiros e usuários também têm a opção de gravar o áudio de uma viagem por meio de um botão na Central de Segurança do app, antes ou durante a viagem. Concluída a viagem, se desejarem informar algum problema, podem também encaminhar o arquivo de áudio para a Uber. O conteúdo, criptografado, fica armazenado no telefone de quem efetuar a gravação, mas só a Uber tem acesso – se o arquivo for compartilhado com a empresa. O arquivo enviado ao suporte em caso de necessidade pode ser utilizado em investigações ou compartilhado com as autoridades, nos termos da lei.

Depois: Para reforçar a privacidade dos usuários, a Uber não mostra para os motoristas e entregadores parceiros os pontos exatos de embarque e desembarque no histórico de viagens. Além disso, os telefones de ambos são mantidos em sigilo.

Depois de cada viagem, usuários e motoristas são convidados a avaliar a experiência. Caso o usuário ou motorista precise reportar algum incidente, a Uber conta com uma equipe de suporte disponível 24/7, que analisa individualmente caso a caso. A denúncia pode ser feita pelo menu de ajuda do próprio app ou pelo site uber.com/ajuda. Em todas as viagens, tanto os motoristas parceiros quanto os usuários estão cobertos por um seguro da Uber para acidentes pessoais.

Mulheres empoderadas