mulher

Maya Gabeira bate recorde ao surfar onda surreal do tamanho de prédio de 7 andares

Instagram

A última quinta-feira (10) trouxe uma novidade incrível para o esporte brasileiro, a surfista carioca Maya Gabeira venceu o prêmio "cbdMD XXL Biggest Wave Award 2020" e ainda entrou para o Guiness Book ao estabelecer um novo recorde mundial: ela surfou uma onda de mais de 22 metros de altura, considerada a maior onda já surfada no mundo. Veja detalhes:

Maya Gabeira bate recorde no surfe

Durante o evento Nazaré Tow Surfing Challenge, que aconteceu no dia 11 de fevereiro, Maya surfou uma onda assombrosa de 22,4 metros, quase do tamanho médio de um prédio de sete andares. O feito foi conquistado na Praia do Norte em Nazaré, Portugal, local reconhecido por suas ondas gigantescas.

"Apesar de achar que não sou uma pessoa competitiva, eu estava muito concentrada e mais corajosa do que o normal neste dia (...) Eu estava arriscando bem mais e, quando larguei a corda [do jetski], tive a sensação de que poderia ser a maior onda da minha vida, mas não tinha certeza. A velocidade era muito alta e o barulho que a onda fez quando quebrou, me fez perceber que esta era provavelmente a maior onda que surfei", revelou Gabeira em uma nota à imprensa.

Instagram

Na ocasião, a surfista brasileira não só bateu o recorde anterior da categoria feminina, que também era dela, com uma onda de 20,7 metros de altura, como também superou o recorde da categoria masculina, que pertence ao surfista havaiano Kai Lenny, que surfou uma onda de 21 metros.

Além disso, o Red Bull Big Wave Awards (BWA) validou a onda de Gabeira como uma nova conquista no GUINNESS WORLD RECORDS®, com o título de Maior Onda Surfada - Sem Limites (Feminino).

Gabeira comentou ainda sobre o feito ser uma grande conquista para todas as mulheres, visto que o surfe ainda é um esporte majoritariamente masculino.

"Esse é um esporte extremamente dominado pelos homens, então ter uma mulher capaz de representar isso é bastante raro (...) Estou muito feliz por mostrar que é possível uma mulher surfar a maior onda do ano. Assim que você vê aquela pessoa ali, é muito mais fácil. Gosto de fazer algo que parece tão impossível por causa do que pré-estabelecemos que seja possível para o gênero. Quando é mostrado que é possível, fica mais fácil para o próximo. Quase não parece que era eu, mas amo o jeito que foi concretizado", afirmou a surfista.

maya gabeira maior onda do mundo 0920 1400x933
World Surf League/Divulgação

Vencendo a desigualdade de gênero