mulher

Entenda acusações que fizeram Vanderson virar alvo da polícia e ser eliminado do BBB

vanderson bbb19 pose 0119 1400x800
Globo / Victor Pollak

Vanderson foi eliminado do BBB19 na manhã desta quarta-feira (23) após ser levado para depor pela Polícia Civil. O brother já vinha sendo alvo de investigação há alguns dias após surgirem várias denuncias de mulheres contra ele. Ao ser levado à delegacia, o programa anunciou que o participante deixaria definitivamente a casa.

Por que Vanderson é investigado?

Assim que foi anunciado como um dos brothers do reality da Globo, a participação do acreano ganhou repercussão controversa por conta de uma acusação pública de agressão a uma ex-namorada.

Poucos dias depois, outros relatos de supostas vítimas do biólogo emergiram nas redes sociais e três mulheres chegaram a registrar denúncias formais contra Vanderson na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher de Rio Branco (Deam-Acre).

Em reportagem do jornal EXTRA, a delegada titular da unidade, Juliana de Angelis Carvalho, informou que o brother já está sendo investigado e deverá ser chamado a depor. Segundo ela, as denúncias envolvem crimes de agressão física, estupro e importunação ofensiva ao pudor. Entenda o caso:

Acusação de agressão

vanderson bbb19 0119 1400x800
Reprodução/Globo Play

Natural da capital Rio Branco, o biólogo e coordenador educacional indígena, de 35 anos, foi anunciado como participante do programa no dia 9 de janeiro – menos de uma semana antes da estreia. Horas depois, seu nome já circulava na web por conta de uma declaração feita por Gleici Damasceno, que é conterrânea de Vanderson.

Em uma série de posts feitos no Twitter, a campeã do “BBB18” surpreendeu os internautas com uma alegação polêmica que não citava o nome do participante. "Selecionei algumas pessoas que simpatizei de início, mas é óbvio que ainda não estou torcendo por ninguém. É isso! Mas até já retirei uma pessoa dessa minha seleção. Agressor de mulher não vai ter vez comigo", disparou.

A declaração de Gleici era uma referência à divulgação de uma denúncia de agressão feita por Maíra Menezes, de 27 anos, ex-namorada de Vanderson. Após descobrir que o biólogo havia sido selecionado para o reality, a jovem recorreu ao Facebook para fazer um relato de violência sofrida.

"Agressor de mulheres no 'BBB'. Imagina você abrir seu celular cheio de mensagens de amigas perguntando como eu estava. O rosto do meu agressor estava por toda parte, por toda a internet. Meu Deus, só eu sei o que eu vivi. Típico relacionamento abusivo que terminou com uma agressão. Eu terminei ainda amando, mas sabia que ele ia me bater de novo. Na época, com 18/19 anos, não tive coragem de fazer a denúncia. Anos depois, todo esse sofrimento me fez amadurecer e me fez feminista. Eu não sou a única. Sofri muito na época porque ninguém acreditou em mim, mas a verdade aparece!", escreveu.

Em repercussão ao caso, uma reportagem do UOL ouviu a irmã de Vanderson, Vanda Brito, que confirmou o relacionamento dos dois e negou que o biólogo tenha agredido a jovem em qualquer ocasião.

Ela disse ainda a família pretendia entrar com um processo por calúnia e difamação contra Maíra.

Mulheres fazem denúncias contra Vanderson

Mesmo diante do posicionamento da família de Vanderson após a publicação da história de Maíra, outras mulheres também usaram as redes sociais para relatar episódios de agressão e assédio envolvendo o biólogo – e até homens disseram ter testemunhado situações desagradáveis com Vanderson.

vanderson bbb19 0119 1400x800 2
Reprodução/GloboPlay

O caso, no entanto, ganhou ainda mais notoriedade após a divulgação da informação de que três mulheres registraram boletins de ocorrência na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher Vítima de Violência - DEAM, em Rio Branco (AC), contra Vanderson.

Uma reportagem de QUEM apurou que as supostas vítimas fizeram denúncias formais contra o biólogo por agressão física, estupro e importunação ofensiva ao pudor.

Eliminação do BBB e depoimento

vanderson bbb19 casa 0119 1400x800
Globo / Victor Pollak

Um inquérito policial foi aberto para apurar o caso. A delegada titular da DEAM de Rio Branco, Juliana de Angelis Carvalho, informou ao jornal EXTRA que solicitou que Vanderson fosse interrogado pela Polícia Civil do Rio de Janeiro, já que ele estava confinado na casa localizada dentro dos estúdios da Globo, em Jacarepaguá.

A Polícia chegou à casa do BBB nesta quarta-feira (23) para levá-lo para depor. Isso fez com que Vanderson fosse eliminado da 19ª edição do reality, uma vez que é regra do programa que os participantes não tenham contato com o mundo exterior e fiquem em isolamento total.

A Globo emitiu uma nota à imprensa explicando a desclassificação:

A delegada Rita Salim, titular da Delegacia de Atendimento à Mulher de Jacarepaguá (DEAM), no Rio de Janeiro, esteve na manhã desta quarta-feira, dia 23, nos Estúdios da Globo, e intimou o biólogo e coordenador educacional indígena, Vanderson, de 35 anos, a prestar depoimento em inquérito instaurado após denúncias feitas contra o participante.

A saída de um candidato da casa resulta na sua desclassificação do BBB19.

Vanderson não será substituído e o programa seguirá com 15 participantes.

Dias antes, quando a investigação teve inicio, a Globo já havia dito, em nota enviada ao VIX, que não apoia nenhum tipo de violência. “A Globo é veementemente contra qualquer tipo de violência, mas cabe às autoridades competentes a apuração de denúncias como a que está sendo feita. Se assim for, a Globo tomará medidas, como já fez em outras edições do programa”, dizia a nota.

O que pode acontecer?

De acordo com a delegada Juliana, as denúncias envolvem “casos que aconteceram há quase um ou dois anos”, sendo um relacionado a outra ex-namorada de Vanderson e dois que teriam sido praticados contra pessoas com quem ele não teve um relacionamento concreto. Por ora, uma prisão preventiva contra Vanderson está descartada e ele continua sendo investigado.

Caso Vanderson