pop

Cadela abre porta para socorrista e salva dono que desmaiou devido a hemorragia

cadela heroina pet 0617 1400x800
Arquivo Pessoal/Gary Gregory

Quando você pensa em Rottweillers, imagina cães ferozes e perigosos, certo? A inteligente Megan, de 3 anos, vai fazer você mudar de ideia. Há alguns meses, a cadela salvou a vida de seu dono Gary Gregory, de 32 anos, na casa em que moram, na Inglaterra.

O rapaz começou a se sentir mal e desmaiou devido a uma hemorragia interna. A complicação ocorreu quando o inglês estava em casa se recuperando de uma pequena cirurgia endoscópica feita no dia anterior.

cadela heroina e dono 0617 1400x1200
Arquivo Pessoal/Gary Gregory

Assim que caiu, Gary sentiu Megan e seus outros dois cachorros lambendo o seu rosto e chorando. Quando recuperou a consciência, o jovem percebeu que havia se machucado com a queda e que precisava de ajuda.

Por isso, ele decidiu ligar para a emergência e pedir uma ambulância. O problema é que, quando os paramédicos chegaram, Gary estava inconsciente novamente e a porta de sua casa, trancada.  

Cadela salva dono

Aí é que entra a heroína Megan. Há cerca de dois anos, a Rottweiller aprendeu um truque para destrancar a porta da casa porque seu dono havia esquecido a chave. “Eu fiz com que ela pulasse e puxasse a maçaneta para baixo pelo lado de dentro da casa, enquanto eu puxava a maçaneta para cima e para baixo do lado de fora”, relembra Gary.

cadela heroina e dono 0617 1400x1400
Arquivo Pessoal/Gary Gregory

Ao ouvir os paramédicos do lado de fora tentando entrar para ajudar o seu dono, Megan lembrou do truque que havia aprendido há muito tempo e decidiu repeti-lo para ajudar Gary.

“Os paramédicos ficaram por 10 minutos tentando entrar em casa, mas acharam que os cachorros estavam tentando me proteger, quando, na verdade, Megan estava pulando na maçaneta da porta na esperança de os paramédicos fazerem a mesma coisa e conseguirem abrir a porta”, comenta Gary.

Graças à importante ajuda de Megan, os socorristas conseguiram entrar a tempo de socorrer Gary e levá-lo para o hospital. “Eu só lembro dos paramédicos tentando me reanimar. Eu desmaiei no banheiro logo depois de telefonar para o meu companheiro”, conta.

O que o jovem teve?

cadela heroina pet 0617 1400x900
Arquivo Pessoal/Gary Gregory

No hospital, o inglês descobriu que a hemorragia aconteceu devido a uma perfuração no pâncreas no dia anterior, quando ele foi submetido a uma pequena cirurgia feita por endoscopia para retirar cálculos (pedras) do órgão.

Já em recuperação, o jovem aguarda uma nova cirurgia em Londres para retirar as pedras que ainda estão em seu pâncreas devido a uma pancreatite calcificante crônica.

“Megan é definitivamente a minha heroína. Se ela não tivesse aberto a porta, esta poderia ter se tornado uma história com final diferente”, celebra Gary.

Cães heróis