explore

Cercado de mistérios, caso de desaparecimento e morte de Gabby Petito impacta web

Após ser dada como desaparecida por autoridades de Wyoming, nos Estados Unidos, o nome da jovem Gabrielle Petito tomou a web. Blogueira “viajante”, Gabby e o noivo, Brian Laundrie, vinham explorando parques nacionais localizados na costa Oeste dos Estados Unidos desde junho – e, conforme o rapaz voltou para casa sozinho, se recusando a falar sobre o paradeiro da noiva, teve início uma operação que, devido à atenção recebida, contou com contribuições valiosas de internautas.

Caso Gabby Petito tomou a web

Aventureira, Gabby Petito, natural de Long Island, em Nova York, documentava as muitas viagens que fazia tanto em seu canal no YouTube quanto no Instagram. Desde o fim de agosto, porém, seguidores e pessoas próximas da jovem de 22 anos não viram mais nenhuma postagem dela acerca da viagem de van que teve início em junho na companhia do noivo – e tudo isso porque, ao que indicam as investigações, o desfecho da aventura mais recente da blogueira foi trágico e misterioso.

gabby petito fbi 0921 1400x920
Reprodução/Federal Bureau of Investigation (FBI)

Juntos na estrada a bordo de uma van que pertence à Gabby, ela e Brian tinham o objetivo de visitar três parques nacionais e retornar à casa onde moravam quatro meses após o início da viagem. No primeiro dia de setembro, no entanto, apenas o jovem retornou, se recusando a compartilhar informações sobre o paradeiro de Gabby, algo que gerou revolta nas redes sociais e começou a atrair mais e mais atenção para o caso.

Dias após restos mortais cujas características se encaixam na descrição de Gabby serem encontrados diante de uma pista inusitada, o FBI então confirmou que o corpo em questão é da blogueira, cuja morte foi declarada como homicídio. Simultaneamente à perícia, as autoridades também procuram Brian, que acabou desaparecendo em meio às investigações sob circunstâncias misteriosas.

Desaparecimento de Gabby Petito: desentendimentos, pistas e mais

Denúncia de violência doméstica

gabby petito brian laundrie 0921 1400x800
Reprodução/FOX 13 Tampa Bay

Em 12 de agosto, cerca de um mês antes da família Petito buscar as autoridades para comunicar o desaparecimento da moça, ela e Brian protagonizaram uma situação suspeita. Após receber por telefone a denúncia de que uma moça estaria apanhando de um homem na rua em Moab, cidade em Utah, a polícia identificou Gabby e Brian como o casal em questão – e, em registros de vídeo feitos pelas autoridades, é possível ver que o clima entre o par não era dos melhores na ocasião.

Filmado com uma câmera que um dos policiais carregava presa ao corpo, o encontro da polícia com o casal começou com a abordagem dos dois na van branca em que viajavam. Parados pela polícia, os dois foram questionados sobre o que teria levado Gabby a aparentar tanto estresse e tristeza, e, em meio a lágrimas, ela respondeu que o casal vinha brigando desde cedo por “problemas pessoais”.

gabby petito 3 0921 1400x800
Reprodução/FOX 13 Tampa Bay

Ao se deparar com a cena, o policial que os abordou afastou Gabby da van e de Brian, voltando a questioná-la sobre o que estaria acontecendo entre os dois. Afirmando ter transtorno obsessivo-compulsivo e estar ansiosa com questões relacionadas ao blog de viagens, a jovem disse que Brian não queria deixá-la entrar na van mais cedo até que ela se acalmasse e, diante do relato, o policial decidiu levá-la até a viatura para que ela pudesse relaxar.

Também questionado, Brian afirmou que, ao ver Gabby estressada, ele sugeriu que os dois dessem uma volta separadamente, trancando então a van. Além disso, o noivo da blogueira declarou que fora arranhado por Gabby enquanto ela tentava tirar dele a chave do veículo, algo confirmado por ela. Por fim, ele afirmou que a empurrou para manter certa distância entre os dois no momento de estresse – e, após os depoimentos, a polícia os liberou sem acusações, exigindo apenas que os dois seguissem o dia separadamente (ela na van e ele em um hotel).

brian laundrie 1 0921 1400x800
Reprodução/FOX 13 Tampa Bay

Mensagens estranhas à família

Conforme divulgado pela emissora NBC Nova York após contato com a mãe de Gabby, Nicole Schmidt, a blogueira se comunicava com a família frequentemente durante a viagem, mantendo consistência nas ligações e chamadas de vídeo para dar detalhes do percurso. Em 27 de agosto, porém, ela recebeu uma mensagem de texto estranha da filha na qual ela reclamava sobre ligações constantes do avô.

“Você pode ajudar o Stan? Eu não paro de receber mensagens de voz dele e chamadas perdidas”, dizia a mensagem, na qual Gabby se referia ao avô pelo nome, Stan, algo que, segundo Nicole, é extremamente incomum da parte da moça. Desde esta data, ninguém mais viu Gabby ou teve qualquer tipo de contato com ela até onde indicam as investigações. Por isso, como Brian voltou para casa dias depois, ele teria sido o último a ter contato com Gabby, tornando-se então uma “pessoa de interesse” para a polícia.

Silêncio e desaparecimento de Brian

Por ser o único companheiro de viagem de Gabby, Brian teria sido a última pessoa a vê-la, mas, apesar disso, ele se recusou a conversar com a polícia conforme as investigações sobre o desaparecimento dela tiveram início. Ao “Insider”, as autoridades afirmaram que, diante do caso, Brian contratou um advogado e não atendeu ao convite para prestar um depoimento à polícia.

“Fizemos uma tentativa de falar com o Brian, a família dele não quis disponibilizá-lo e nos deu as informações do advogado dele”, afirmou Josh Taylor, porta-voz do departamento de polícia de North Port ao veículo, afirmando também que a van usada pelo casal, com a qual Brian retornou de viagem, foi confiscada na mesma ocasião.

Após dias se recusando a falar com a polícia sobre o paradeiro da noiva, a situação de Brian ficou ainda mais estranha. Sem muitas pistas, Brian desapareceu – e, segundo os pais do jovem, isso aconteceu conforme ele foi até a Reserva Carlton, na Flórida, para fazer uma caminhada. Devido ao fato de que ele não retornou no dia previsto, seus pais foram até o local e, lá, encontraram apenas o carro usado por ele. Desde então, as autoridades buscam informações sobre o paradeiro do rapaz, considerado um grande suspeito no caso.

Pista-chave dada por família viajante

Conforme o caso de Gabby repercutiu na mídia e causou alvoroço na web, muita gente se dispôs a ajudar – e, entre estas pessoas, está uma família de viajantes que pode ter sido a chave para localizar o corpo da moça. Após saber que ela, o marido e os filhos estiveram no mesmo lugar onde as buscas por Gabby aconteciam – os arredores do parque nacional Grand Teton, em Wyoming –, Jenn Bethune revisou as imagens feitas durante o passeio – e, nelas, é possível ver a van usada pelo casal vazia e estacionada à beira da estrada.

Diante da descoberta, Jenn usou o Instagram oficial da família para expor as imagens em questão, e descreveu o momento em que avistaram o veículo. “Passamos por uma van branca e tanto eu quanto Kyle [marido] reconhecemos que eles tinham uma placa da Flórida (nós somos da Flórida também), então queríamos parar para dizer ‘oi’, mas a van estava escura, não parecia ter ninguém dentro, então nós seguimos”, escreveu ela, que se lembrou da van após o pedido de conhecidos.

“Eu instantaneamente tive um arrepio nos ossos. Pulei da cama e corri para o computador. Assisti ao restante da minha filmagem e a van dela estava no vídeo”, afirmou Jenn, que submeteu o vídeo como pista no canal disponibilizado pelo FBI. Dias depois das autoridades confirmarem ter recebido o vídeo, foi anunciado o descobrimento do corpo – algo que aconteceu a uma distância curtíssima de onde o veículo fora avistado pela família.

Casos que chocaram a web