explore

Curta o frio enquanto dá ou comemore: inverno 2021 no Brasil será mais quente que o normal

invern frio brasil 06 21 1400 800
iStock

O inverno 2021 acontece de 00h32 do dia 21 de junho até 16h21 de 22 de setembro, pelo horário de Brasília. A estação costuma ser marcada por pouca chuva e várias frentes frias, que, às vezes, derrubam as temperaturas em todo o país.

Entretanto, segundo o prognóstico do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o inverno 2021 não deve ser tão frio e as temperaturas devem ficar acima da média em quase todas as regiões brasileiras.

Inverno 2021: previsão para todas as regiões brasileiras

Segundo o Inmet, o inverno deste ano será de neutralidade climática, ou seja, sem impacto de fenômenos El Niño ou La Niña, Isso significa que não haverá grandes influências no Clima brasileiro durante a estação mais fria do ano.

A tendência é que as temperaturas fiquem acima da média, e as chuvas, abaixo. Confira a previsão completa a seguir.

inverno rio grande sul 0619 1400x800
Marco Henz/Shutterstock

Região Norte

As chuvas no Norte do Brasil devem ficar ligeiramente acima da média nos estados de Roraima e Amapá. Nas demais áreas, é provável que os índices pluviométricos fiquem dentro ou até abaixo da média, "principalmente no sul da região amazônica, onde normalmente chove abaixo de 300 mm nos meses de julho a setembro", explicou o Inmet.

Já as temperaturas na região devem ficar acima da média nos próximos três meses. Com a falta de chuva e baixa umidade do ar, podem ocorrer queimadas e incêndios florestais, que são comuns em meados do inverno e início da primavera. Entretanto, são esperados alguns episódios de friagem no sul da região.

Região Nordeste

A chuva ainda será frequente em alguns estados do Nordeste, como o norte do Maranhão e do Ceará, leste do Rio Grande do Norte e do Paraíba, onde é provável que o índice pluviométrico fique ligeiramente acima da média em junho e julho.

Em relação à temperatura, a previsão é de que os termômetros se mantenham próximos e acima da média em quase toda a região, exceto no centro-leste da Bahia, onde as temperaturas podem ficar abaixo da média no mês de setembro.

Região Centro-Oeste

O Centro-Oeste já está vivendo um período de seca e a tendência é que no inverno haja uma diminuição da umidade relativa do ar. Os valores diários podem fica abaixo dos 30% e chegar até 20%, o que é considerado bastante baixo. A previsão é de pouca chuva em quase todos os estados, com exceção do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, onde os acumulados de chuva devem ficar acima da média.

Com o predomínio de massas de ar seco e quente, as temperaturas ficarão acima da média na região principalmente nos meses de agosto e setembro, favorecendo incêndios e queimadas. Já em algumas partes do Maro Grosso e Mato Grosso do Sul, os termômetros podem ficar abaixo da média devido à passagem de algumas frentes frias.

sao paulo frio inverno 06 20 1400 800
Shutterstock

Região Sudeste

O próximo trimestre corresponde ao período mais seco no Sudeste, principalmente agosto e setembro. Durante o inverno de 2021, esse fato não deve mudar, já que os índices pluviométricos devem ficar próximos ou até abaixo da média. O único local em que as chuvas devem ser mais abundantes é no litoral do Sudeste, no mês de julho, devido à passagem de algumas frentes frias.

O Sudeste também não deve enfrentar grandes friagens, já que a tendência é que as temperaturas se mantenham acima da média. Apenas no norte de Minas Gerais e no Espírito Santo, os termômetros podem ficar próximos ou ligeiramente abaixo do esperado.

frio sp 06 20 1400 800
Shutterstock

Região Sul

As chuvas na região Sul do Brasil durante o inverno ficarão próximas ou abaixo da média esperada. O sul e leste do Rio Grande do Sul e sudeste de Santa Catarina enfrentarão um período de seca em setembro.

O Sul é a parte mais fria do Brasil, mas ao longo deste trimestre as temperaturas tendem a permanecer na média ou um pouco acima em toda a região. Entretanto, temperaturas abaixo da média podem ser registradas no leste de Santa Catarina e do Paraná e nordeste do Rio Grande do Sul, pois a incursão de massas de ar de origem polar podem provocar queda dos termômetros, possibilitando a ocorrência de geadas em áreas serranas.

inverno sul brasil 06 20 1400 800
Shutterstock

Com a previsão para todas as regiões brasileiras, a tendência é que o inverno 2021 seja mais quente do que o normal, uma péssma notícia para os amantes do frio.

Cuidados durante o inverno