explore

Quem ama frio, vai sofrer: outono terá meses mais quentes e pouca chuva

outono brasil 03 21 1400 800
iStock

O outono 2021 tem início no próximo sábado, 20 de março, às 6h38, no horário de Brasília. A estação costuma ser marcada pela baixa umidade do ar e temperaturas mais amenas ou até mais baixas no início da manhã e à noite e mais altas durante à tarde.

De acordo com os meteorologistas Filipe Pungirum e Ana Clara Marques, da Climatempo, este ano, o outono deve ter pouca chuva e as temperaturas devem ficar acima da médica durante os meses de abril, maio e junho. Confira a previsão para cada região do Brasil.

Outono 2021: previsão para todas as regiões do Brasil

sao paulo frio inverno 06 20 1400 800
Shutterstock

Sul

Em abril, as frentes frias, que são as responsáveis pelas chuvas nesta época do ano, serão menos frequentes no Sul do Brasil, fazendo com que as chuvas fiquem abaixo da média. Com isso, a região enfrentará dias mais secos e quentes durante o primeiro mês do outono.

No mês de maio, a situação continua a mesma. O oceano não favorecerá a passagem de frentes frias, impedindo a chegada da chuva e deixando o ar seco. Como de costume, as temperaturas começam a cair, mas deve fazer menos frio do que o normal para a época.

Já em junho, algumas frentes frias intensas devem atingir o Sul do país, trazendo bastante chuva e deixando os volumes acima da média esperada no leste da região. Além disso, as massas de ar frio também serão mais fortes, provocando quedas de temperaturas, principalmente no estado do Rio Grande do Sul.

Sudeste

igreja ouro preto minas gerais 0517 1400x888
Gigi Peis/Shutterstock

As frentes frias também não devem atingir com frequência o Sudeste no mês de abril. Por isso, os volumes de chuva serão baixos em comparação com verão, entretanto, ainda chove no centro-norte de Minas Gerais, no Espírito Santo e no norte fluminense. Nos demais estados o tempo ficará seco e o volume de chuva deve ficar abaixo da média. Além disso, as temperaturas serão mais altas do que o esperado para essa época do ano.

Maio também será mais seco, já que não são esperados muitos períodos de chuva, fazendo com que os volumes fiquem dentro ou até um pouco abaixo da média, principalmente no interior paulista. As temperaturas se mantêm altas e são previstos dias bem quentes ao longo do mês.

Junho costuma ser o mês mais frio do outono na região Sudeste, entretanto com a dificuldade das passagens das frentes frias, as temperaturas ficarão acima da média e os volumes de chuva continuarão baixos, deixando o ar com baixa umidade.

Centro-Oeste

Abril terá dois períodos diferentes na região Centro-Oeste. A primeira quinzena será marcada por chuvas bem distribuídas entre Mato Grosso, Goiás e Distrito Federal, registrando volumes dentro e até acima da média. Já na segunda metade do mês, as chuvas ficam mais escassas, principalmente no Mato Grosso do Sul, que deverá registrar volumes abaixo da média histórica.

Em maio, a chuva será ainda mais escassa no Mato Grosso do Sul, fazendo com que as médias fiquem bem abaixo do esperado e o calor será intenso. Nos demais estados a temperatura e o volume pluviométrico devem ficar dentro da média.

Em junho, a situação muda completamente. A seca chegará ao fim sul-mato-grossense, já que os fluxos de umidade no interior do país trará temporais para o Mato Grosso e Mato Grosso do Sul e os volumes podem até ficar acima da média. Nas demais regiões, poucos episódios de chuva são esperados.

Nordeste

No mês de abril, todo o Nordeste do país terá vários dias de calor intenso e pouca chuva por causa do afastamento da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) da costa da região.

itacare bahia casamento 1218 1400x800
Andre Nery/Shutterstock

Em maio a situação não muda muito e os acumulados ficarão abaixo da média histórica e as temperaturas continuarão elevadas.

No mês de junho os volumes de chuva devem continuar abaixo da média em toda a região, que deverá sofrer com a seca durante quase todo o outono.

Norte

O Norte brasileiro costuma registrar altos índices pluviométricos altos no outono em algumas regiões. Por isso, em abril, espera-se bastante chuva para as áreas entre o norte do Amazonas e Pará, em Rondônia e no Amapá. Nas demais regiões as chuvas devem ser mal distribuídas, com volumes abaixo da média histórica.

Maio ainda será chuvoso no norte do Amazonas, em Roraima, no noroeste do Pará e no Amapá. Nos outros estados do Norte do país o volume de chuvas deve ficar dentro da média esperada para essa época do ano.

Em junho a chuva continua atingindo a faixa norte da Região e as temperaturas se mantêm amenas. Nas demais regiões, os acumulados se aproximam da média histórica.

frio inverno pico olho dagua 0619 1400x800
Patricia Trindade/Shutterstock

Curiosidades sobre o outono