explore

Documentário mostra como Auxílio Emergencial ajudou famílias durante a pandemia

doc auxilio emergencial
Governo Federal

A pandemia do novo Coronavírus colocou o mundo inteiro sob uma crise econômica que afeta milhões de famílias. No Brasil não é diferente, mas a realidade de muitas pessoas só não foi mais difícil por conta do auxílio emergencial disponibilizado pelo Governo Federal, que em 2020 destinou cerca de um trilhão de reais para combater o alastramento do vírus e as consequências sociais que ele poderia trazer.

Algumas dessas famílias apoiadas pela renda auxiliar tiveram suas histórias retratadas em um documentário, intitulado "Auxílio Emergencial - A história do maior programa de assistência à população do Brasil" e disponibilizado no site oficial do Ministério da Cidadania e nas redes sociais do Governo.

Relatos das famílias

severina santina da silva jeronimo cumaru pe
Governo Federal

Uma das histórias contadas pela produção é a de Dona Severina (foto acima), nascida e criada na zona rural de Cumaru, no agreste pernambucano. A senhora, que hoje está com 71 anos, tem oito filhos e muitos netos. Por conta da família numerosa, teve muito medo do impacto da crise, que poderia prejudicar muito a vida e a renda de todos.

Mas, segundo Severina conta no documentário, o auxílio emergencial chegou como um respiro. “Foi milagre. Eu chorei e choro de alegria desse milagre que foi vindo pra minha família e outras famílias. Eu achei lindo, lindo, lindo, eu achei maravilhoso”, conta. “Deu pra ajudar a família toda nesse momento”.

maria jose fidelis de medeiros cubati pb
Governo Federal

Outra família retratada pelo Governo é a de Maria José Fidelis (foto acima), que mora com o marido e os quatro filhos na zona rural de Cubati, município da Paraíba. “Meus filhos estavam estudando e como não tinha mais aulas e eu não tinha condições de colocar internet pra eles, pra continuarem com as aulas, ficaram sem”, conta. “Com a chegada do Auxílio eu pude botar internet e hoje eles podem assistir às aulas novamente”.

Além de apoiar os estudos dos filhos, o auxílio ainda permitiu que Maria José comprasse um boi para ajudar com o trabalho na roça. “Eu vou ter um bicho pra eu cuidar, fazer roçado, porque tem muita coisa pra fazer roçado, milho, feijão, muita coisa que a gente planta no sítio e o ano passado eu não plantei porque não tinha com o que trabalhar e agora eu tenho”.

Assista ao documentário na íntegra: